Colaborador ou trabalhador?

por Eme João | 2014.10.20 - 14:12

Com a expansão do neoliberalismo, as relações laborais adquiriram uma nomenclatura própria com vista a camuflar a existência de classes e dos conflitos das mesmas. A entidade patronal passa a denominar-se entidade empregadora e o trabalhador designa-se por colaborador. Podemos pensar que são apenas palavras. Mas se analisarmos os significados das palavras trabalhador e colaborador, facilmente percebemos as diferenças.

O trabalhador é aquele que trabalha, já o colaborador é a pessoa que trabalha com outra em iguais circunstâncias de iniciativa.

Podemos dizer que funcionário é um empregado que exerce determinadas funções, enquanto o colaborador, participa na realização de um trabalho, ou ajuda outras pessoas a desempenharem funções.

Para o neoliberalismo, o colaborador é um membro da equipa quase um “amigo”, cujo único objectivo é em conjunto com os outros colaboradores, aumentar os lucros da empresa.

Quando transportamos estes conceitos para a função pública, torna-se ainda mais estranho. O funcionário é aquele que trabalha na função pública não é um colaborador.

O termo colaborar não é sinónimo de trabalhar. Trabalhar é para além de fonte de rendimento, é uma forma de realização pessoal. Colaborar não é o mesmo.

Mas, a nova nomenclatura não fica por aqui e estende-se ao funcionalismo público, passando os utentes e os beneficiários destes serviços a serem denominados de clientes.

O cliente é alguém que compra algo em determinado lugar por ele escolhido. Alguém que pode optar entre comprar na loja x ou na loja y. Em termos de determinados serviços públicos, como por exemplo a segurança social, isto não faz sentido. O beneficiário, não é certamente um cliente é sim um contribuinte que paga impostos. E isto não é optativo. Todos temos essa obrigação. Não é uma questão de escolher a loja onde vamos comprar determinado objecto.

Assim podemos dizer que uma coisa é uma coisa, e outra coisa é outra coisa.

Por ser segunda-feira desejo uma boa semana de trabalho para quem trabalha e boas colaborações para os restantes.

 

 

 

 

Nasceu em Lisboa em 31/10/1966. Estudou psicologia no Ispa. Trabalha actualmente no ISS.

Pub