Almeida Henriques, Cota, o PSD e a coesão…

por PN | 2019.03.21 - 10:19

 

 

…territorial, está bom de ver.

De qualquer modo, seja qual for a coesão destes “players”, a Rua Direita muito se congratula ao ver de novo juntas, unidas e invencíveis estas três “instituições” da nossa sociedade, o presidente da autarquia Almeida Henriques, ex-presidente da AIRV, CEC e não sabemos bem de quantas outras empresas; João Cota, presidente da AIRV, da qual é zeloso missionário, por nada a largando e presidente também de não sei quantas empresas, nalguns círculos conhecido como “Berlusconi da Beira”, o homem da comunicação social, jornal, rádio, TV… um sério concorrente à dominância do CM. Ambos cabeça da Viseu Marca (que é suposto em breve apresentar os Relatórios de Contas por tantos munícipes tão solicitados); e o PSD na figura da sua Comissão Política Concelhia e Comissão Política Distrital. Na primeira pontificando, cremos nós, Joaquim Seixas, vice de Almeida Henriques na autarquia (ainda é ou já foi substituído pelo Sobrado?) e na segunda Pedro Alves, amigo de peito de Henriques e de Cota.

We love happy ends…

Esta união deitará por terra as ilusões do PS que poderiam ver em Cota um potencial e poderoso candidato à autarquia de Viseu, conforme oportunamente foi ventilado, e a nosso ver, num PS desentendido e lacerado, a melhor e mais ganhadora opção.

Assim, em torno das infraestruturas e das comunicações – matéria que dá pano para muita manga – desde STUV’s, MUV’s a jornais e a estradas abertas para o futuro próximo, saber que a união (não, não é a União de Sátão e Aguiar da Beira, que essa é outra história à qual em breve chegaremos…), a união, escrevíamos, impera, enfim, no lar “laranja”.

Desejamos os maiores sucessos à preciosa iniciativa e a todos os envolvidos, em nome da coerência e da coesão política local.

 

Paulo Neto