A minha vida é um avião.

por Romira Jamba | 2014.02.22 - 11:49

Enfim chegou o fim-de-semana. Todo com a família. Os meus homens. Marido e filho.

Esta semana foi dura. Segunda-feira avião para Lisboa. Seis horas non-stop de reunião. Avião para o Porto. Relatórios.

Terça-feira avião para Barcelona. Reuniões. Avião para o Porto. Relatórios. Não conheço esta cidade. Não tenho tempo.

Quarta-feira Porto. Que bom. Depois de uma manhã dura arranjo hora e meia para almoçar em casa e, bingo: janto em casa! Com os meus homens.

Mas deitar cedo. Quinta-feira avião para Madrid. Um trânsito caótico. Mais tempo de Barajas à Gran Via que do Porto a Madrid. Um trânsito terrível. Reuniões.  Barajas. Porto. Relatórios já semi-feitos na viagem de regresso. O tempo é pouco.

Sexta-feira. Vila Real. Estes quase cem quilómetros demoraram hora e meia. Nevoeiro. Chuva. Pouco movimento. Reunião. Almoço de trabalho. Reunião. Regresso ao Porto. Muito nevoeiro. Empresa. Reunião. Jantar de trabalho. Chego a casa passa das 23H30. Os meus dois homens dormem no sofá. Fico-me a olhar para eles com a ternura de mulher e mãe.

Tenho tanta sorte. Só queria ter mais tempo. Dias de 48 horas para lhes dar 24…

A minha vida é um avião. Uma reunião. Um táxi. Um relatório. Uma emoção?

Enfim chegou o fim-de-semana. Arrumar, arranjar, limpar, cozinhar para os meus homens. Brincar. Passear. Ver o mar. Andar a correr na areia. Ir ao cinema. Comer gelados, beber batidos e rir-me. Abraçar o meu filho. Abraçar o meu homem. Que pena o fim-de-semana ser tão curto e a semana tão longa…