')
 
Menu   

Visitas guiadas – “Mercados no tempo da cidade: 2000 anos de História”

por Rua Direita | 2014.08.20 - 19:55

Visitas guiadas à cidade: uma oportunidade única

Este ano a Feira de São Mateus aposta na ligação à cidade e ao seu centro histórico e tem, por isso, um programa de visitas guiadas pela cidade. “Mercados no tempo da cidade: 2000 anos de história” é o mote desta viagem pela história de Viseu.

As próximas estão agendadas para os dias 21, 23 e 28 de Agosto, com início na praça D. Duarte, às 18 horas.

A visita tem uma duração estimada de 2 horas e o bilhete pode ser adquirido no Viseu lounge (junto ao funicular), pelo valor de 5 Euros (não incluído no valor do bilhete de entrada na feira, quando paga).

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub

Colaboradores, última actividade

Desde a composição e impressão a chumbo, foi toda uma transmutação tecnológica da Comunicação Social a que tive oportunidade de assistir: primeiro nos jornais impressos, depois na rádio e, finalmente, nos jornais digitais. Do periodismo regional á grande imprensa diária, dos semanários, da imprensa especializada (económica, cultural, desportiva ou de moda), da rádio local à […]

22 de Agosto, 2017

      Maria é uma mulher como tantas outras, esposa, mãe e trabalhadora. Vive entre o presente, em que toma consciência da sua própria existência como mulher, e o passado arrastado na sombra de uma sociedade que apenas a conforta. A inquietação interior atormenta-a. A exigência está presente. Desassossegada e sincera, vive assustada com […]

22 de Agosto, 2017

“Antigamente, o vento soprava com violência, provocando morte e destruição. Um homem vivia perto de Spences Bridge com os três filhos. O mais novo sonhava com a glória. Um dia anunciou que ia apanhar o vento numa armadilha. Disseram-lhe que era impossível. ‘O vento não se pode ver.’ O rapaz preparou apesar disso vários gargalos […]

22 de Agosto, 2017

Portugal é um país sui-generis a vários títulos. Tem serviços que funcionam em alternância, exemplarmente e pessimamente. Todos os serviços do Estado, quando é para extorquir dinheiro em impostos e coimas ao cidadão, são supersónicos. Quando é para pagarem, ressarcirem, devolverem dinheiro as utentes, são mais lentos que o antigo comboio do Vale do Vouga, […]

18 de Agosto, 2017