Sernancelhe: Programa de Apoio à Compra de Medicamentos completa seis anos

por Rua Direita | 2015.03.11 - 11:25

 

 

O Programa de Apoio à Compra de Medicamentos à população idosa mais carenciada do Concelho de Sernancelhe completa, em 2015, seis anos de existência.

Apoiando perto de um milhar de pessoas, o Município canaliza para este projecto mais de cem mil euros anuais, procurando garantir qualidade de vida a uma franja da população que vive de parcas reformas e, regra geral, sobrecarregada por despesas com medicamentos. Até dia 19 de março, os técnicos municipais estão a percorrer 26 localidades, ao encontro dos possíveis beneficiários, para recolher dados como o Bilhete de Identidade/Cartão do Cidadão, número de contribuinte, Declaração do património e a última declaração de IRS, sendo que só poderão ser abrangidas pessoas cujos rendimentos globais não ultrapassem o Salário Mínimo Nacional (505 Euros).

O Projeto de Apoio à Compra de Medicamentos de Sernancelhe foi considerado, em 2009, um dos mais arrojados do País, ao prever montantes de comparticipação de 400 Euros por pessoa, podendo chegar a 800 euros, tratando-se de um casal.

Ao longo de seis anos de funcionamento, revelou-se igualmente de extrema importância para a população do Concelho, sobretudo acima dos 65 anos de idade, precisamente a que sobrevive com as reformas mais baixas e que sente as maiores dificuldades em comprar os seus medicamentos.

Apesar da crise económica do País, dos cortes de que foram alvo as câmaras, o Município de Sernancelhe continua assim determinado na ajuda à sua população na compra dos medicamentos indispensáveis à sua saúde.

Criou, em torno deste programa, um conjunto de procedimentos que moralizaram o seu funcionamento e simplificaram a vida aos beneficiários, sendo de destacar o facto de as quintas-feiras que coincidam com dias de feira estarem reservadas para efectuar o pagamento das receitas da farmácia, previamente entregues no serviço de Ação Social, onde funciona o Gabinete de Apoio à Saúde; ou, como decorre até dia 19 de março, o Município vai ao encontro das pessoas às suas aldeias, às juntas de freguesia, aos centros lúdicos, aos espaços de convívio, recolher os dados para novas inscrições ou renovações.

 

 

Paulo Pinto

Técnico de Comunicação

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub