PS de Mangualde – Comunicado

por Rua Direita | 2014.12.29 - 13:29

A Assembleia Municipal de Mangualde aprovou no passado dia 18 de dezembro, o orçamento e Plano Plurianual de Investimento (PPI) para o ano de 2015

O PS de Mangualde não podia deixar de fazer as seguintes considerações:

 

  1. O orçamento e PPI de 2015 mereceu os votos a favor da bancada parlamentar do PS, presidentes de junta e a abstenção da bancada parlamentar do PSD/CDS. Esta votação prova que o atual executivo do PS está no caminho certo. A convergência da oposição PSD/CDS significa claramente um “arrepiar” caminho e a descolagem de uma herança que quase colapsou financeiramente a autarquia e que tanto defenderam. Hoje, a abstenção do PSD/CDS só vem dar razão às vozes que durante os últimos anos se levantaram dando nota de que o caminho da gestão rigorosa e responsável passava por um forte ajustamento orçamental da autarquia que o PSD/CDS nunca quis que fosse feito, votando consecutivamente contra os orçamentos e planos dos últimos anos.
  2. Esta abstenção não os livra da responsabilidade do passado, uma herança que será paga pelas gerações futuras.
  3. Este orçamento centra-se na resolução de problemas estruturais do concelho, nomeadamente na melhoria das infraestruturas das zonas industriais para captação de novas empresas, emprego e riqueza para o concelho e também na resolução de problemas ambientais, nomeadamente no investimento de infraestruturas para o tratamento de águas residuais (ETAR), tendo como referência a ETAR da Lavandeira em Mangualde.
  4. Estes serão os investimentos âncora de um orçamento que se centra na resolução dos problemas dos munícipes e no equilíbrio financeiro da autarquia.
  5. Estão, no orçamento e PPI para 2015, identificados os reais problemas do concelho de Mangualde e o trabalho foi feito de uma forma responsável, séria e articulada com os parceiros certos (juntas de freguesia, entidades intermunicipais e governamentais).
  6. É nesta matéria que nos distanciamos largamente do PSD de Mangualde. Num orçamento de 20 milhões de euros em que cerca de 11 milhões estão vertidos em grandes opções de plano e investimento, nem uma palavra ouvimos sobre os documentos agora aprovados, nem sobre as obras neles espelhados.
  7. Ou seja, o PSD de Mangualde, não tem opinião fundamentada, nem uma orientação estratégica de investimento para o concelho porque não é capaz de assumir publicamente uma reflexão crítica sobre o orçamento e PPI.
  8. Prefere ir a reboque de duas obras incluídas no plano de proximidade apresentado pelo governo para o concelho, com o qual nos congratulamos, mas com isso revela duas falhas graves: Prova que não conhece os documentos que aprovou e evidencia falta de respeito pelas instituições do seu concelho:
  9. A rotunda da Chãs de Tavares é uma obra na área de jurisdição das Estradas de Portugal e por isso da total responsabilidade do governo, e para a qual, o atual executivo já deu nota junto das entidades competentes que deveria ser rapidamente resolvida.
  10. Já a rotunda junto da PSA Citroen é uma obra inscrita em orçamento para 2015 e que conta com uma contribuição da autarquia bem como de uma entidade privada, ou seja, é o culminar de uma negociação prévia com o governo e que deu os seus frutos.
  11. O que é que o PSD pretende para o concelho para 2015 quando acabámos de sair da discussão do orçamento e PPI? Parece que ficou muito claro, no seu comunicado, que duas rotundas num plano de intervenções no valor de 500 milhões de euros (cerca de 30 milhões para o distrito de Viseu) em obras para os próximos 5 anos são motivo para grande regozijo!
  12. O PS de Mangualde enaltece o executivo e os presidentes de junta pela clareza e atitude responsável e séria na elaboração de um orçamento que toca nos quatros cantos do concelho, que tem um enfoque claro nos problemas que temos de resolver, conseguindo uma harmonia clara entre investimento, pagamento do serviço da dívida herdada e equilíbrio financeiro.

 

PS Mangualde

Marco Almeida

 

 

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub