Projeto do Teatro Viriato ganha programa internacional

por Rua Direita | 2014.07.14 - 15:13

O Teatro Viriato foi uma das cinco instituições culturais selecionadas no âmbito do programa internacional Pegada Cultural – Artes e Educação, implementado pela Direção-Geral das Artes em cooperação com o Conselho das Artes da Noruega, com o projeto Circus Lab. O projeto do Teatro Viriato, que terá um financiamento de 165 mil euros, foi escolhido num universo de 33 candidaturas a nível nacional e será colocado em prática entre 2015 e 2016.

O Circus Lab é um projeto que recorre à experiência do trabalho desenvolvido pelo Cirkus Xanti e pelo Teatro Viriato com comunidades escolares e que, como tal, é influenciado por metodologias aplicadas na Noruega e Portugal que se centram na importância da atividade artística em contexto escolar. Reconhecendo o potencial artístico e pedagógico da área do Novo Circo e considerando o facto de ser uma área muito pouco explorado em Portugal, a iniciativa permitirá reconhecer práticas experimentadas e testadas sendo assim possível capitalizar o know how do Circus Xanti na execução de um projeto de raíz que passará pela área da criação artística, formação por profissionais e projetos pedagógicos com jovens e comunidade em geral.

A experiência do Cirkus Xanti tem demonstrado que as potencialidades do Novo Circo aplicadas ao ensino regular contribuem para melhorar o crescimento dos alunos em termos de perseverança, de trabalho em equipa, de autoconfiança, de confiança no outro, de consciência do risco, de desenvolvimento da concentração e de aptidão no discurso.

O Circus Lab cruzará profissionais da área artística, nacionais e internacionais e convocará vários indivíduos a aproximarem-se e a viverem todo o projeto, desde a criação de estreia in loco, apresentação de espetáculos e acolhimento de residências artísticas. O projeto prevê ainda a circulação no país de uma conferência organizada pelos profissionais envolvidos e outros convidados e onde se expectam reflexos com forte impacto junto de professores, investigadores e outros agentes artísticos.

O projeto terá como parceiros o Cirkus Xanti (Noruega), a Escola Secundária Viriato (Viseu), o Agrupamento de Escolas de Tondela Tomaz Ribeiro, o Agrupamento de Escolas de S. Pedro do Sul, o Agrupamento de Escolas de Nelas, o Agrupamento de Escolas de Mangualde, a Companhia Paulo Ribeiro (Viseu), a Binaural / Nodar (São Pedro do Sul), a Acert (Tondela), o Centro Cultural Vila Flor (Guimarães) e o Espaço do Tempo (Montemor-o-Novo).

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub