PREVENÇÃO DOS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA

por Paulo Neto | 2016.04.06 - 08:24

A melhor forma de tratar o problema é impedir que aconteça’

 

MÊS DA PREVENÇÃO DOS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA ASSINALADO EM MANGUALDE

Aceite o desafio lançado pela autarquia e associe-se a esta causa!

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco de Mangualde, em parceria com a Câmara Municipal de Mangualde, o Agrupamento de Escolas de Mangualde e o Núcleo de Apoio à Criança e Jovem em Risco da Saúde, associam-se mais uma vez ao mês da prevenção dos maus-tratos na infância, que decorre este mês de abril, à semelhança do que acontece no resto do país. Esta campanha pretende consciencializar que a melhor forma de tratar o problema é impedir que aconteça.

 

Neste âmbito está prevista, no dia 17 de abril, uma caminhada seguida da construção de um Laço Azul Humano. O ponto de encontro é o Largo Dr. Couto, às 09h30, e a participação é gratuita mas de inscrição obrigatória até 14 de abril para CPCJ de Mangualde, através do telefone 232 619 880 ou do email cpcj@cmmangualde.pt. No dia 30, convidam-se as famílias a assistir à peça de teatro “O Asteróide 614”, uma recriação da história do Principezinho em que serão abordados os relacionamentos, a comunicação, a amizade, o amor, a necessidade de investimento nas relações e a importância da existência de objetivos que possam dar sentido à nossa vida. Este teatro dará o mote ao debate sobre a questão da importância dos valores/afetos nas dinâmicas familiares e contará com a presença de António Fernandes, Presidente da CPCJ de Viseu e de Maria Teresa Ribeiro, Professora na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa. A moderação ficará a cargo de Maria José Coelho, Vereadora e Presidente da CPCJ de Mangualde. A iniciativa tem lugar na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, às 14h30.

 

A autarquia mangualdense desafia ainda os pais a dinamizarem com os seus filhos um conjunto de atividades durante o mês de abril, porque a prevenção dos maus tratos na infância começa em casa e começa com pequenos gestos: ame o seu filho(a), brinque com ele(a), abrace-o(a), escute-(a)… Porque ser pai/mãe é partilhar a vida com o seu filho(a): acompanhando, estimulando e compreendendo. É fundamental rir com eles, dar um passeio, ajudar a estudar, ler e acima de tudo educar, valorizar, respeitar e proteger. Aceite o desafio… torne a infância feliz!!

Pretende-se, com esta iniciativa consciencializar a comunidade para a importância da prevenção dos maus-tratos na infância, através do fortalecimento das famílias no sentido de uma parentalidade positiva e numa perspetiva de empoderamento destas e para o fortalecimento das próprias crianças

 

 

 

Sofia Monteiro