Prémio Gulbenkian entre académicos ilustres

por Rua Direita | 2015.12.05 - 21:17

 

 

Uma sala cheia de académicos ilustres aplaudiu na quarta-feira, 2 de dezembro, na Academia Portuguesa da História, em Lisboa, a entrega do prémio ‘Fundação Calouste Gulbenkian’ a Jaime Gouveia, historiador natural de Leomil, Moimenta da Beira.

O galardão, recebido das mãos de Guilherme d’Oliveira Martins, ex-presidente do Tribunal de Contas e antigo ministro da Educação, da Presidência e das Finanças, e actualmente membro executivo do Conselho de Administração da Fundação Gulbenkian, premiou “A quarta porta do inferno. A vigilância e disciplinamento da luxúria clerical no espaço luso-americano (1640 – 1750)”, livro (604 páginas) que é a versão da tese de doutoramento que Jaime Gouveia defendeu no Instituto Universitário Europeu de Florença, Itália, em Outubro de 2012.

É uma obra de história baseada numa pesquisa rigorosa e numa consulta exaustiva de vários arquivos e bibliotecas que o autor estuda por intermédio de fontes originais, de natureza judicial, eclesiástica e inquisitorial, uma matéria que muito tem preocupado a Igreja Católica de há vários séculos até à actualidade: a luxúria clerical.

Um estudo que procura traçar uma radiografia não apenas dos sacerdotes que incorriam nestas práticas, como ainda das suas vítimas e cúmplices, num período de longa duração, balizado entre 1640 e 1750, elegendo como espaço de análise as dioceses portuguesas, das ilhas do Atlântico e da colónia brasileira.

Jaime Ricardo Teixeira Gouveia é actualmente professor na Universidade Federal do Amazonas, em Manaus, Brasil, e investigador bolseiro de pós doutoramento no ‘Centro de História d’Aquém e d’Além-Mar’, da Universidade Nova de Lisboa, e no ‘Centro de História da Sociedade e da Cultura’, da Universidade de Coimbra. É Doutor pelo European University Institute – Florença (2012) e Master of Research pela mesma instituição (2008). Mestre em História Moderna pela Universidade de Coimbra (2007) e licenciado em História pela mesma Universidade (com 17 valores, em 2004).

 

Rui Bondoso

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub