Parador Casa da Ínsua: Jantar de Reveillon recebe 2019 com requinte e sofisticação

por Rua Direita | 2018.12.27 - 12:03

 
 
 

Uma ementa de sabores genuínos assina a última noite do ano

JANTAR DE RÉVEILLON NO PARADOR CASA DA ÍNSUA

 SOLAR DE CHARME PARA RECEBER 2019 COM REQUINTE E SOFISTICAÇÃO

*Alojamento já se encontra esgotado

 O Parador Casa da Ínsua, em Penalva do Castelo, é o destino perfeito para celebrar a última noite do ano, com o requinte e a sofisticação que a data exige. Neste luxuoso solar oitocentista, o jantar de réveillon ganha uma nova dimensão e proporciona uma experiência de sabores intensos e genuínos, confecionados com o saber e o detalhe do Chef Paulo Cardoso.

Para dar as boas vindas aos convidados, a unidade propõe um welcome drink com as mais requintadas iguarias, elaboradas com sabores da terra: cavala com chutney de manga e cardamomo, truta marinada com pêra bêbada, croquete de alheira com gel de queijo Serra da Estrela e magret de pato com espuma de laranja e lúcia lima.

O desfile gastronómico prossegue com tártaro de lavangante e ostra, abacate e papaia, seguindo-se o salmonete confecionado a baixa temperatura e acompanhado por um cremoso de ameijôa e choco. Um sorvete de frutos vermelhos e espumante limpa o palato, mesmo antes do intenso e saboroso medalhão de porco ibérico com pistáchio e cogumelos. À sobremesa, o requeijão e avelã em base de beterraba e suspiro de canela adoçam o fim deste jantar dos deuses, servido com os prestigiados vinhos brancos e tintos produzidos nos vinhedos da Quinta Casa da Ínsua.

 

Por 100 euros por pessoa, o jantar será acompanhado por animação  musical e durante a noite será servida uma ceia.

 

Parador Casa da Ínsua – um solar de charme para uma experiência inesquecível

Mandada erigir no século XVIII por Luís de Albuquerque de Mello Pereira e Cáceres, a Casa da Ínsua exibe memórias das viagens e interesses do seu fundador, na arquitetura, decoração, nos objetos e nos notáveis jardins românticos, permitindo aos seus visitantes desfrutar de momentos de lazer ou de eventos empresariais e particulares verdadeiramente inesquecíveis. O edifício de estilo barroco possui 35 quartos, incluindo nove suites, três apartamentos T1 e dois apartamentos T2.

Em outubro de 2015 a Casa da Ínsua passou a integrar a prestigiada rede Paradores, tornando-se na primeira unidade Parador fora de Espanha.

O Parador Casa da Ínsua é ainda composto por um Núcleo Museológico, onde estão patentes exposições de objetos de caça indígenas e armas brasonadas, passando por um detalhado levantamento topográfico e diversas imagens da Ínsua, que retratam a sua evolução. Além do Núcleo Museológico, a Casa da Ínsua dispõe de uma sala de leitura e jogos, piscina exterior, uma capela, uma adega de prova de vinhos e uma zona onde se pode acompanhar a produção de produtos regionais, elaborados de acordo com receitas seculares. Destaque para o queijo e requeijão Serra da Estrela, os vinhos Casa da Ínsua, vários deles premiados e únicos na região do Dão e a maçã Bravo de Esmolfe, três produtos certificados e integrados em regiões demarcadas integralmente produzidos na Casa da Ínsua.

 

Natália Teixeira

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub