Paiva ‘revolto’ com as últimas chuvas

por Rua Direita | 2016.01.12 - 12:34

 

 

As águas do rio Paiva ‘revoltaram-se’ com a chuva copiosa que tem caído. Galgaram as margens, invadindo terrenos agrícolas, estradas e caminhos, desde a sua nascente, na aldeia de Carapito, Moimenta da Beira, até à zona da praia fluvial de Segões, no extremo sul do concelho. Os locais de maior alagamento foram registados, em fotografia, pelos serviços de fiscalização municipal da Câmara Municipal de Moimenta da Beira.

O rio Paiva, um dos menos poluídos da Europa, está incluído em território da Rede Natura 2000 e apresenta uma elevada diversidade de espécies, habitats e ecossistemas, alguns dos quais considerados prioritários a nível europeu.

Tem aproximadamente 110 km de extensão, ocupando uma área corresponde a 14.562 ha e abrangendo, ainda que parcialmente, os concelhos de Moimenta da Beira, Vila Nova de Paiva, Sernancelhe, Sátão, Castro Daire, Cinfães, S. Pedro do Sul, Viseu, Arouca e Castelo de Paiva, onde desagua na margem esquerda do rio Douro.

 

RBondoso

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub