Operação Ano Novo – Resultados

por Rua Direita | 2017.01.03 - 13:42

A Guarda Nacional Republicana (GNR) intensificou de 30 de dezembro de 2016 até ao dia de ontem, 2 de janeiro de 2017, o patrulhamento e a fiscalização rodoviária nos itinerários de e para os locais associados às festividades do Ano Novo, bem como a presença física nesses locais, com o objetivo de reforçar a segurança e prevenir a ocorrência de acidentes rodoviários.
Durante os quatro dias e, comparativamente a igual período de 2015, registaram-se:

 

·         658 acidentes (mais dez);

·         Sete mortos (mais dois);

·         Oito feridos graves (menos cinco);

·         189 feridos leves (menos 20).

 

Relativamente às infrações associadas às causas de agravamento das lesões provocadas em caso de acidente rodoviário, foram registadas comparativamente a igual período de 2015:

 

·         1 756 por excesso de velocidade (menos 56);

·         603 por condução sob a influência do álcool (menos 47), dos quais 196 detidos com taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l (menos 16);

·         167 pela incorreta ou não utilização do cinto de segurança (mais 30);

·         158 por utilização indevida do telemóvel durante a condução (mais 37).

 

Dados mais recentes indicam que as consequências da condução sob o efeito do álcool são de tal forma graves que, um em cada três condutores mortos em acidentes de viação conduzia com uma taxa ilegal de álcool no sangue, pelo que juntamos um link com um vídeo alusivo a esta operação: https://goo.gl/J76sDQ.

Relativamente aos números combinados da Operação Natal e Ano Novo, e comparativamente a igual período de 2015/2016, registaram-se:

 

·         1 408 acidentes (mais 136);

·         Oito mortos (menos quatro);

·         16 feridos graves (menos 17);

·         429 feridos leves (mais 24).

Uma força Humana, Próxima e de Confiança

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub