Nelas – Contas aprovadas por unanimidade

por Rua Direita | 2016.10.04 - 11:09

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DE NELAS DE 23 DE SETEMBRO 2016 APROVA POR UNANIMIDADE PRESTAÇÃO DE CONTAS DO 1º SEMESTRE DA CÂMARA E TAMBEM TODOS OS ASSUNTOS AGENDADOS

 

Não podia ser mais esclarecedor o apoio dos eleitos de todos os partidos políticos (PS, PSD, CDS e PCP) na Assembleia Municipal às contas e gestão financeira que a Câmara vem apresentando no actual mandato, viabilizando os respectivos documentos por unanimidade, como sucedeu mais uma vez na Assembleia Municipal realizada no Edifício Multiusos no passado dia 23 de Setembro, repetindo a aprovação sem qualquer voto contra das contas e gestão da Câmara referentes ao ano de 2015.

Todos os assuntos, de resto, que se encontravam submetidos á sua apreciação e votação, mereceram a aprovação unânime desta Assembleia Municipal.

Depois de um período antes da Ordem do Dia em que foram nomeadamente aprovadas diversas moções apresentadas pelo eleito do PCP referentes ao apeadeiro da Lapa do Lobo e a luta das populações para que ali o comboio para mais vezes e de uma recomendação para que o médico nelense já falecido Dr. Diamantino fosse devidamente homenageado entrou-se na Ordem do Dia.

As conta da Câmara do 1º semestre de 2016, o relatório de acompanhamento do Plano de Ajustamento Financeiro ( decorrente da restruturação financeira aprovada no anterior mandato em 2012/2013 para evitar uma situação de falência da autarquia, que devia a fornecedores e á banca pelo menos mais 4 milhões de euros do que o limite máximo de 12 milhões legalmente admissível), uma revisão orçamental, a contratação de professores para as AEC´s ( Atividades de Enriquecimento Curricular) e o regulamento de incentivo à natalidade foram aprovados e não mereceram qualquer reparo dos eleitos e representantes partidários.

O Presidente da Câmara nas suas intervenções, e complementando a informação que habitualmente fornece aos membros da Assembleia, realçou a excelente evolução das finanças municipais, perspectivando um grande futuro para a actividade da Câmara no desenvolvimento e bem estar das comunidades e das populações, sendo que no actual mandato já ocorreu até final do 1º semestre de 2016 uma diminuição do endividamento em mais de 25% ( dos quase 16 milhões de euros em Outubro de 2013 para os 11,3 milhões, sendo destes 11 milhões aos bancos, quando em 2013 era de 14,5 milhões). Acrescentou que a Câmara de Nelas no 1º semestre de 2016 encontra-se já abaixo do limite máximo do endividamento em mais de 1,4 milhões de euros, tendo assim condições para suspender o aludido Plano de Ajuntamento Financeiro já em 2017 (situação para o que muito contribui a renegociação do endividamento municipal realizada em 2015 e que implicou uma amortização mais acelerada do endividamento médio longo prazo, tendo sido no 1º semestre o montante das amortizações mais de 3,5 vezes o montante dos juros).

Resulta dos documentos a elevada segurança  e fiabilidade da actual gestão da Câmara transmitida a todo o comércio  e fornecedores com os pagamentos a fornecedores no 1ºsemestre num prazo médio abaixo de 17 dias (recorde-se que em 2012 o prazo médio de pagamento a fornecedores era superior a 230 dias).

Acrescentou ainda o Presidente da Câmara alguns dados que permitem justificar que o momento actual das finanças municipais nada têm a ver com o resgate e troika interna do controlo das instituições governamentais a que foram obrigadas no final do anterior mandato.

O numero de trabalhadores em 2010 foi de 333, sendo em 2014 de 189 e em  2016 de 183.

O número de vereadores eleitos a tempo inteiro na Câmara era em 2010 de 5 a que acresciam 4 membros dos gabinetes políticos, gastando naquele ano 327 mil euros, quando em 2016 a Câmara se encontra reduzida a 2 autarcas a tempo inteiro, sem qualquer membro político de gabinete nomeado, gastando com a gestão cerca de 124 mil euros.

 

 

 

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub