Museu Grão Vasco: Coleção Millennium e Virtual in situ

por José Carreira | 2014.09.24 - 17:20

 

Ontem, pelas 18 horas, foi inaugurada, no Museu Grão Vasco (MGV), a exposição Pintura Naturalista na Coleção Millennium bcp, com obras de Alves Cardoso, José Malhoa, Columbano Bordalo Pinheiro, António Ramalho, Carlos Reis, António Silva Porto e Aurélia de Souza, António Saúde, Falcão Trigoso, João Vaz, Auguste Roquemont, Domingos Rebelo, José Queirós, Henrique Pousão, Alberto de Sousa Pinto, José Luís de Sousa Pinto, Jaime Murteira, Francisco Maya e Miguel Ângelo Lupi.

Gostei do que vi, uma coleção muito interessante que enriquece a oferta artística do Museu e da Cidade. Um bom exemplo de parceria, entre o MGV e o Millennium bcp.

A exposição poderá ser visitada até ao dia 11 de janeiro, a entrada é gratuita!

Foi também apresentada uma novidade, a virtualização do museu. – Virtual in situ. Uma mais-valia para quem visitar o museu. Agora, está ao alcance de um clique vasta informação sobre o espólio do MGV com todas as vantagens inerentes ao digital.

As crianças da instituição onde trabalho visitam o MGV com frequência e usufruem de múltiplas atividades dinamizadas pelo serviço educativo. Tenho a certeza que a próxima visita será ainda mais atrativa para os nossos “nativos digitais” (Mark Prensky, Digital Natives, Digital Immigrants. 2001).[1]

Dou os meus parabéns ao diretor do Museu, Agostinho Ribeiro, que, a meu ver, tem feito um trabalho muito interessante e está no caminho certo para dar continuidade ao aumento do número de visitas registado em 2013.

Não percam esta oportunidade!

[1] http://www.marcprensky.com/writing/Prensky%20-%20Digital%20Natives,%20Digital%20Immigrants%20-%20Part1.pdf