Moimenta da Beira – SUB abriu há sete anos e tem hoje equipa médica mais estável

por Rua Direita | 2016.11.05 - 12:01

 

 

Começou a funcionar em contentores, há sete anos (3 de novembro de 2009), data comemorada esta quinta-feira passada, e mudou-se para o edifício novo, construído de raiz, três anos e poucos meses depois, em abril de 2013. Em outubro do mesmo ano (dia 3) foi inaugurado oficialmente pelo então secretário de estado adjunto do ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa, que classificou os serviços e o imóvel como “dos melhores do país”.

sub-1

Sete anos decorridos de funcionamento do Serviço de Urgência Básica (SUB) de Moimenta da Beira, a sua coordenadora e médica Elisa Bento da Guia, é perentória: “O SUB presta um serviço insubstituível, resolvendo muitas situações de urgência e colmatando casos que não têm resolução imediata noutro sítio”.

Entretanto, um sublinhado para o corpo médico que se tornou mais estável, melhorando significativamente os serviços e os cuidados, apesar do aumento do número de atendimentos feitos: 21.202 no último ano, e da área geográfica de proveniência dos doentes: Moimenta da Beira (10.484 pacientes atendidos), Tabuaço (1.815), Sernancelhe (2.991), Penedono (778), S. João da Pesqueira (1.229), Vila Nova de Paiva (1.927), Armamar (975) e ainda, embora em menor número, Aguiar da Beira, Sátão, Castro Daire, Tarouca, entre outros.

Enfermeiros são três (um deles da ambulância SIV, do INEM) que, tal como os médicos, asseguram o atendimento 24 horas por dia. Funcionam no distrito de Viseu, além de Moimenta, os SUB de S. Pedro do Sul, Tondela, Lamego e Cinfães.

Rui Bondoso

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub