Obras na piscina e no pavilhão de Moimenta da Beira vão reduzir consumos de energia em 70%

por Rua Direita | 2014.06.06 - 17:35

Os consumos de energia nos edifícios da piscina e do pavilhão municipal, ambos na vila de Moimenta da Beira, vão baixar de forma drástica, tal como as emissões de gases com efeitos de estufa.

As obras e as intervenções, que vão custar cerca de 230 mil euros e que vão permitir reduzir os consumos energéticos, devem começar ainda este mês de junho e terminar antes do fim do ano, e surgem na sequência da apresentação, em 2010, de duas candidaturas ao Programa Operacional Regional do Norte (ON.2), envolvendo a utilização racional de energia e a eficiência energético-ambiental da piscina municipal coberta e do pavilhão municipal, elaboradas com o apoio da Agência de Energia da Comunidade Intermunicipal do Douro (CIMDOURO).

Os respectivos contratos de financiamento, assinados pelo município de Moimenta da Beira no passado dia 26 de fevereiro e 20 de janeiro, preveem para a piscina um investimento total de 112.018,86 euros (com um co-financiamento FEDER de 75.430,36 euros) e para o pavilhão de 115.376,00 euros (com um co-financiamento FEDER de 77.922,99 euros).

Os trabalhos vão passar pela introdução de um conjunto de soluções tecnologicamente eficientes do ponto de vista energético, que preveem actuações em ambos os edifícios ao nível dos Sistemas de Produção Térmica (através da instalação de caldeiras a biomassa  — pellets — e de Sistemas Solares Térmicos para o aquecimento de águas sanitárias) e da Iluminação Interior (através da substituição de lâmpadas), contemplando ainda na piscina a instalação de cobertura do plano de água no tanque existente e a implementação de um Sistema de Gestão de Energia.

De acordo com os indicadores de resultado que se preveem obter após a implementação das medidas descritas, será de salientar uma redução média do consumo de energia de 69% para a piscina e 68% para o pavilhão, que permitirão uma redução de emissões de gases com efeito de estufa de 52 toneladas/ano de CO2 para a piscina e 58 toneladas/ano de CO2 para o pavilhão.

A concretização destes dois projetos permitirá assim que a autarquia de Moimenta da Beira possa actuar na correção de fatores extremamente importantes relacionados com as vertentes energéticas e ambientais de sustentabilidade do funcionamento dos edifícios abrangidos, reduzindo ainda os gastos de manutenção com os mesmos, levando a que no seu conjunto a implantação de projetos desta tipologia ajude a atingir os objectivos da Política Energética Nacional.

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub