Mangualde – Teatro “O Asteróide 614”

por Rua Direita | 2016.05.03 - 08:11

ABRIL FOI O MÊS DA PREVENÇÃO DOS MAUS-TRATOS NA INFÂNCIA TEATRO “O ASTERÓIDE 614” FALOU DE RELACIONAMENTOS, COMUNICAÇÃO, AMIZADE E AMOR

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens em Risco de Mangualde, em parceria com a Câmara Municipal de Mangualde e o Agrupamento de Escolas de Mangualde, promoveu no passado sábado, dia 30 de abril, a peça de teatro “O Asteroide 614”, uma adaptação da obra “O Principezinho”, da autoria de Antoine Saint-Exupéry. Esta peça foi interpretada pelos atores Sofia Moura e Aliosman Ahmed, encenada por Graeme Pulleyn e integrou o projeto da autarquia ‘Ajudar a Crescer’ e a campanha de prevenção dos maus-tratos na infância que decorreu em todo o país, durante o mês de abril, e teve como objetivo consciencializar que a melhor forma de tratar o problema é impedir que aconteça.

 

Nesta recriação da história do Principezinho foram abordados os relacionamentos, a comunicação, a amizade, o amor, a necessidade de investimento nas relações e a importância da existência de objetivos que possam dar sentido à nossa vida. Este teatro deu o mote ao debate sobre a questão da importância dos valores/afetos nas dinâmicas familiares e contou com a presença de Maria Teresa Ribeiro – Professora na Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa que abordou a ‘importância dos valores/afetos nas dinâmicas familiares’ e de António Fernandes – Presidente da CPCJ de Viseu com a temática ‘Responsabilidades parentais/ a família como elemento de promoção e proteção’. O momento contou ainda com a presença da vereadora da ação social da Câmara Municipal de Mangualde, Maria José Coelho.

 

ACEITE O DESAFIO DA AUTARQUIA: TORNE A INFÂNCIA FELIZ!!

No mês da prevenção dos maus-tratos na infância a autarquia mangualdense desafiou os pais a dinamizarem com os seus filhos um conjunto de atividades durante o mês de abril, porque a prevenção dos maus tratos na infância começa em casa e começa com pequenos gestos: ame o seu filho(a), brinque com ele(a), abrace-o(a), escute-o(a)… Porque ser pai/mãe é partilhar a vida com o seu filho(a): acompanhando, estimulando e compreendendo. É fundamental rir com eles, dar um passeio, ajudar a estudar, ler e acima de tudo educar, valorizar, respeitar e proteger. Torne a infância feliz!!

 

 

 

Sofia Monteiro

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub