Mangualde Património

por Rua Direita | 2015.03.02 - 15:42

 

 

PENEDO da CRUZ

 

A campanha da Câmara Municipal de Mangualde «Mangualde, o nosso património!» continua a dar a conhecer o vasto património do concelho. Para aproximar a população do património mangualdense, na primeira quinzena de março, o destaque vai para o Penedo da Cruz em Póvoa de Cervães.

 

Penedo da Cruz – Póvoa de Cervães

Distante da pequena localidade de Póvoa de Cervães, junto a uma vereda carreteira que bordeja terrenos outrora cultivados – hoje antes entregues à vegetação rasteira, hirsuta, originada pelos incêndios -, a caminho do rio Mondego, e não muito longe de uma medieval sepultura escavada na rocha, topamos como um volumoso afloramento granítico onde, protegida no interior de uma espécie de nicho natural, se observa um cruciforme insculpido.

Com cerca de 40 cm de altura, da base ao topo, e com braços de 30 cm, que terminam também em cruz, a gravação tem uma profundidade média de 3 cm.

Habitualmente tidas como judaicas, ou de cristãos novos, perdeu-se na memória do tempo e dos homens o autor, a era e as razões da gravação deste exemplar, perpetuando-se, assim, como vestígio arqueológico que teima em não contar a história que encerra.

Deixo as coordenadas geográficas para facilitar uma qualquer visita: LAT: 40º 33.524 | LONG 7º 40,634

António Tavares – Gab. de Gestão e Programação do Património e Cultura

Com esta campanha todos ficam mais próximos de todo o esplendor patrimonial do nosso concelho. Nesse sentido, continuam a ser colocados cartazes em vários pontos de encontro do concelho e está disponível no site e na Câmara Municipal informação sobre o monumento/património apresentado. O património material e imaterial vai sendo apresentado com uma periodicidade quinzenal e consoante a categoria com a qual foi classificado: arqueologia, pelourinhos, fontes, palacetes e religiosos, bem como outros bens patrimoniais. Cada categoria será representada por uma cor que a distingue das restantes.

Foram já vários os bens patrimoniais destacados por esta campanha nos últimos dois anos. Em 2015, continua a aproximação com a comunidade de todo o nosso património, tendo sido apresentada nos primeiros meses do ano, a Igreja de São Tomé de Cunha Baixa e o Fontenário dos Seabra Beltrões, em Cassurrães.

 

 

 

 

Sofia Monteiro

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub