Mangualde gemina com Lempdes, o berço francês do “deuche” ou 2 CV

por Rua Direita | 2017.01.10 - 13:10

g

 

No âmbito de um projeto de geminação entre Mangualde e Lempdes (França), esteve presente em Mangualde uma delegação composta por seis pessoas entre os dias 6 e 9 de janeiro. A ideia de uma geminação entre estas duas cidades surgiu de uma iniciativa dos Clubes de 2CV das duas cidades, o “Club des Amis de La 2CV” de Lempdes e o “Club 2CV de Mangualde”, que ambos se dirigiram às suas autarquias para proporem esta ideia que foi desde logo aceite.

Neste fim-de-semana estiveram presentes, para uma visita a Mangualde, dois representantes da autarquia de Lempdes, Henri Gisselbrecht, Presidente da Câmara e Danielle Misic, vereadora, mais dois representantes do “Club des Amis de la 2CV”, Jean-Luc e Françoise Chetcuti e dois representantes da futura Associação de Geminação, Philipe e Manuel Martins que são emigrantes portugueses residentes em Lempdes. Realizou-se na manhã do sábado, dia 7, uma reunião de trabalho com o Presidente da Câmara, João Azevedo, a vereadora, Maria José Coelho e o Presidente do Club 2CV de Mangualde, Victor Cardoso. Estabeleceram-se as bases da futura geminação e o agendamento de uma visita dos representantes de Mangualde a Lempdes ainda no decorrer deste ano e as cerimónias de Geminação que irão decorrer nas duas cidades em 2018.

 

HISTÓRIA DAS DUAS CIDADES LIGADA AO 2CV

Lempdes é considerada a “cidade berço” do 2CV, tendo em conta que o criador do carro residia naquela cidade, sendo que a sua casa abriga agora os Paços do Concelho. Pierre Boulanger, engenheiro de formação tinha assumido a direção da Citroën a pedido da Michelin que era proprietária da marca. O seu projeto sempre fora de conceber um carro que fosse barato e económico para que um maior numero de franceses pudessem aceder ao prazer de se deslocarem em automóvel. A segunda guerra mundial veio interromper este projeto que só se concretizaria em 1948 com a apresentação do 2CV no Salão Automóvel de Paris em Outubro desse ano. Pierre Boulanger faleceu, ironia do destino num acidente de carro em 1950, sendo sepultado em Lempdes.

Mangualde por sua parte ficou associada à Citroën e ao 2CV em particular pelo facto de ter sido produzido o último exemplar desse modelo na Citroën Lusitânia em 27 de julho de 1990. A realização da Rotunda 2CV à entrada de Mangualde e a colocação de um pequeno monumento junto da fábrica lembrando este facto, fez com que inúmeros bicavalistas passem em Mangualde para recordar este facto.

 

 

Sofia Monteiro

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub