GNR – Vigilância da Floresta 2015 – Balanço

por Rua Direita | 2015.06.30 - 19:02

 

 

comunicado GNR

O patrulhamento e a vigilância das zonas florestais, a par da sensibilização e prevenção dos focos de incêndio, têm sido uma prioridade da Guarda Nacional Republicana. Desde o início do ano e até ao dia 28 de Junho, o dispositivo da GNR registou os seguintes dados operacionais:

·       38 detidos (mais 24 que em período homólogo de 2014);

·       553 pessoas identificadas (mais 294);

·       9 642 ocorrências de incêndio (mais 5 040);

·       605 autos de contraordenação (mais 12) por infração ao Decreto-Lei 124/2006 (Sistema Nacional de Defesa da Floresta contra Incêndios).

 

Amanhã, dia 1 de julho, começa a 2ª fase da Operação Floresta Segura 2015, iniciando-se também a fase charlie do Dispositivo Especial de Combate aos Incêndios Florestais.

Nesta fase entrarão em funcionamento os 230 postos de vigia, que irão operar durante as 24 horas do dia.

As ações de primeira intervenção nos incêndios florestais ficarão a cargo dos 574 militares do Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS). No tocante às ações de vigilância e do patrulhamento das áreas florestais e investigação das causas dos incêndios serão empenhados 948 militares e civis do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA).

Uma força Humana, Próxima e de Confiança

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub