GNR vai fiscalizar condução sob o efeito do álcool e drogas

por Rua Direita | 2014.03.28 - 20:25

A Guarda Nacional Republicana intensifica, entre as 23:00 do dia 29 e as 07:00 do dia 30 de março, a fiscalização da condução sob influência de álcool e de substâncias psicotrópicas e o combate à criminalidade.

As 429 ações de fiscalização previstas, levadas a cabo por um efetivo de 1230 militares da Unidade Nacional de Trânsito, dos comandos territoriais e da Unidade de Intervenção, serão direcionadas para as vias onde as infrações por excesso de álcool são mais frequentes e dão origem a um risco acrescido de acidentes de viação (sobretudo nos acessos a estabelecimentos de diversão noturna), e existam dados ou indícios da prática de ilícitos de natureza criminal.

No âmbito das Operações Baco realizadas em 2014, foram testados 11 615 condutores, dos quais 445 conduziam com taxa de álcool superior ao permitido por lei, tendo 168 destes condutores sido detidos por conduzirem com taxa crime (igual/superior a 1,20 gramas/litro).

A sinistralidade rodoviária nas vias da zona de acção à responsabilidade da Guarda tem vindo a diminuir, de forma consistente, desde o ano de 2003, sendo esta diminuição mais acentuada durante o ano de 2013. Não obstante à redução da sinistralidade no ano transato ser encorajadora, particularmente no que respeita à diminuição do número de vítimas mortais, a Guarda irá realizar no presente ano um conjunto de operações de combate à sinistralidade rodoviária, nas quais se insere a operação em apreço.

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub