Futebol Jovem do Distrito de Viseu (8 e 9 de Março)

por Miguel Vargas | 2014.03.12 - 22:07

Juvenis resolvidos, juniores e iniciados para lá caminham

Juniores A (Sub-19)

– Término da 1ª volta da fase de promoção – zona norte- onde a equipa do Tondela coleccionou mais um desaire, o mais pesado até ao momento. Derrota por 0-3 em casa, frente ao Feirense o que deixou poucas expectativas positivas para a segunda volta desta fase decisiva. Na fase de manutenção ronda excelente para o nosso distrito. Os únicos vencedores da jornada foram Ac. Viseu (3-1 ao Leiria e Marrazes) e o Oliveira de Frades (1-0 ao NDS Guarda) resultados que traduzidos na tabela classificativa deixam Ol. Frades, NDS Guarda e Ac. Viseu todos empatados com 29 pontos no 5º lugar, o último que garante manutenção automática.

– No Campeonato Distrital, fim-de-semana de reposição de jogos em atraso, situação que apenas sucede na zona norte. Nos jogos em questão vitórias de quem dos pontos precisa para atingir a fase final, ou seja, de Penalva do Castelo em Moimenta da Beira por 0-1 e do Sp. Lamego sobre o Paivense por 4-1, resultados que permitem a ascensão do Penalva ao 3ª lugar por troca com o Cinfães situação que ainda pode conhecer mais desenvolvimentos no próximo fim-de-semana quando Penalva se deslocar a Castro Daire para completar o jogo que tem em atraso, jogo esse de capital importância para as contas finais de quem marca presença na fase final.

Juniores B (Sub-17)

– No Campeonato Nacional de Juvenis, Fase de Manutenção, deu-se o regresso da competição que esteve interrompida na semana passada e um regresso agridoce para as equipas do nosso distrito. O Repesenses recebia a equipa com melhor trajecto nesta segunda fase, a Naval 1º Maio, equipa que apesar disso se encontra em lugar de despromoção. A derrota dos lobos de Viseu por 2-4 veio acima de tudo mostrar que a manutenção ainda não está conquistada e que as equipas do fundo da tabela vão fazer de tudo para ainda conseguirem atingir a manutenção. O Ac. Viseu também vacilou em Anadia perdendo por 0-1 e soma assim mais um péssimo resultado como infelizmente tem sido a imagem de marca da turma academista nesta segunda fase contrastando e de que maneira com os resultados obtidos na 1ª fase da prova.

– No Distrital, Zona Norte, jogo grande em perspectiva que colocava frente-a-frente os dois primeiros classificados. O Drizes com as coisas já resolvidas desde a semana transacta estava menos pressionado que o Cracks de Lamego que ainda tinha que aguardar pelo resultado do Sátão para carimbar já nesta ronda o acesso à fase final. O jogo terminou empatado a 2-2 e no dia seguinte surgiu a confirmação de que o Sátão tinha sido derrotado em Resende por 3-1 e o segundo passaporte da zona norte a ficar assim entregue à equipa do norte do distrito.

– Na Zona Sul, também tudo o que faltava decidir ficou já finalizado na última ronda. Jornada especial pois os dois candidatos a marcar presença na segunda fase iam defrontar-se e como tal um jogo de maior expectativa em saber os seus desenvolvimentos. O resultado veio premiar a equipa do Lusitano de Vildemoinhos que com o ponto somado impossibilita o Viseu e Benfica de conseguir ainda atingir o sonho de disputar a fase final.

Juniores C (Sub-15)

– No Campeonato Nacional de Iniciados, fase de manutenção, mais uma ronda para esquecer das nossas equipas. O Ac. Viseu sofreu uma pesada derrota em São João da Madeira por 3-0 que nada ajuda na tarefa árdua de conseguir a manutenção. Já Repesenses, Lusitano Vildemoinhos e o Crasto empataram todas e se no caso de Repesenses não faz muita diferença para as contas finais, já no caso de Lusitano e Crasto tudo fica mais negro e o cenário da manutenção para o Lusitano está difícil para a equipa castrense está uma miragem.

– No Campeonato Distrital, Zona Norte, Cinfães garante o primeiro passaporte para a fase final como já era expectável, restando a discussão do 2º lugar entre Cracks Lamego e Vouzelenses. A equipa de Vouzela acabou com o incómodo da equipa do Paivense nesta segunda volta da prova e assim pode concentrar-se na luta pelo 2º lugar. O Cracks de Lamego nessa pequena guerra recebeu o Drizes e com os três pontos obtidos fica cada vez mais perto de acompanhar Cinfães.

– Na Zona Sul, nada de novo, continuando o aborrecimento das vitórias de Tondela, Pinguinzinho e Viseu 2001 sobre toda a concorrência. Mais 3 pontos para cada um dos conjuntos mas mesmo assim ainda insuficiente, matematicamente falando para atribuir para já uma das vagas na fase final.