Exercícios envolvem centenas de militares em Moimenta da Beira

por Rua Direita | 2014.06.12 - 13:32

Cerca de 750 militares e 120 viaturas da Brigada de Intervenção do Exército português (BI), participam de 23 de junho a 2 de julho (e depois novamente em outubro), em Moimenta da Beira, em dois exercícios de treino, no âmbito da preparação e aprontamento da sua estrutura operacional. O aquartelamento dos militares será instalado nos terrenos entre o Centro Escolar e a Fonte da Alagoa, e ainda na área de recreio da EB 2. Já as zonas de treino, essas vão estender-se pela Serra de Leomil e Barragem de Vilar.

O programa incluirá operações de charme junto das populações, designadamente a presença de uma ‘guarda de honra’ na procissão de S. João (24 de junho); uma exposição na praceta comandante Requeijo (a partir de 25 de junho); e um desfile na avenida 25 de abril (29 de junho), com todas as forças militares aquarteladas.

Um sublinhado ainda para o trabalho que os militares ‘oferecerão’ à comunidade moimentense, que incidirá na recuperação de um edifício público e na abertura de vários caminhos agrícolas no concelho.

A presença das forças militares terá esta expressão em Moimenta da Beira, porque o município disponibiliza um conjunto de apoios e infraestruturas sem as quais os exercícios não teriam dimensão nem visibilidade tão elevadas.

Os exercícios “JUPITER 14“ (que ocorrerá agora em junho) e “DRAGÃO 14”, (em outubro), têm por finalidade treinar e testar toda a capacidade de planeamento, comando e controlo da Brigada de Intervenção enquanto Grande Unidade da Componente Operacional do Sistema de Forças do Exército, avaliando deste modo a capacidade operacional desta brigada, tendo como referencial organizar e treinar os seus militares para responderem a todo o espetro da conflitualidade actual.

Das 120 viaturas de vários tipos, destacam-se as 50 blindadas de rodas (PANDUR II 8×8), nas suas diferentes tipologias, que qualificam a BI como a “Força Blindada de Rodas” do Exército.

A Brigada de Intervenção foi criada em 2006, no âmbito da reorganização orgânica do Exército. É uma Grande Unidade da Força Operacional Permanente do Exército Português, cujo Comando se encontra instalado na cidade de Coimbra. Desde 1998, inicialmente como Brigada Ligeira de Intervenção e posteriormente como Brigada de Intervenção, aprontou e projetou 6500 militares para os teatros de operações da Bósnia-Herzegovina, Kosovo, Timor, Líbano, Iraque e Afeganistão.

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub