ESEV – Tomada de posse dos conselhos pedagógico e técnico-científico

por Rua Direita | 2019.01.21 - 18:39

 

 

A sala do Conselho Geral do Instituto Politécnico de Viseu (IPV) acolheu novos atos públicos da instituição. O Presidente do IPV, professor João Monney Paiva, conferiu posse no dia 18 de janeiro aos membros de dois novos órgãos de gestão da Escola Superior de Educação de Viseu (ESEV): Conselho Pedagógico e Conselho Técnico-Científico.

Depois de prestados os competentes compromissos de honra e das assinaturas dos termos de posse, o Presidente do Politécnico de Viseu, na sua intervenção, começou por “felicitar todos os que agora tomam posse e agradecer institucionalmente a sua disponibilidade para o exercício das funções que vão desempenhar”. O professor João Monney Paiva sublinhou ainda a relevância para a instituição de diversos projetos que se encontram com candidaturas abertas: Estímulo ao Emprego Científico, Projetos de Investigação Científica e Desenvolvimento Tecnológico em Institutos e Escolas Politécnicas, bem como a criação de redes internacionais de mecanismos de inserção.

 

Conselho Pedagógico da Escola Superior de Educação de Viseu

Os membros que nesta data foram empossados passam a integrar o novo Conselho Pedagógico da ESEV. A cerimónia surge na sequência do processo eleitoral para a constituição do referido órgão e do despacho de homologação do presidente do IPV.

Os novos elementos que passam a constituir o órgão são: José Pereira, Jorge Fraga, Paula Rodrigues, Pedro Coutinho, Abel Figueiredo, Luís Menezes, Esperança Ribeiro, Luísa Augusto, Ana Paula Cardoso, António Ribeiro, Isabel Aires de Matos, Susana Fonseca, Sara Felizardo, Teresa Gouveia e Véronique Delplancq, na qualidade de representantes do corpo docente; e Ana Pestana, Daniela Pereira, Vinicius Freire, Vasco Fernandes, Flávio Amaral, Elsa Pereira, Leonor Xará, Ismael Pereira, Stephanie Melo, Diogo Rodrigues, Ema Almeida, Edgar Campos, Tadeu Celestino, Catarina Pimentel e Bruno Faria, como representantes dos estudantes.

O Conselho Pedagógico (CP) é um órgão de gestão da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu constituído por igual número de representantes do corpo docente e de representantes dos estudantes: um docente e um estudante de cada comissão dos cursos conferentes de grau, eleitos pelos seus pares, e um professor representante do gabinete técnico de Cooperação Interinstitucional, em paridade com um estudante, eleito pela Associação de Estudantes. O mandato é de dois anos.

Entre outras, são competências do CP da ESEV elaborar e aprovar o seu regimento; pronunciar-se sobre as orientações pedagógicas e os métodos de ensino e de avaliação, em estreita colaboração com os trabalhos desenvolvidos a este nível na ESEV; participar ativamente no processo de avaliação e acreditação das formações e na concretização dos objetivos do Processo de Bolonha; promover a realização de inquéritos ao desempenho pedagógico da Escola e a sua análise e divulgação; participar na realização da avaliação do desempenho pedagógico dos docentes, por estes e pelos estudantes, e na sua análise e divulgação; aprovar o regulamento de avaliação do aproveitamento dos estudantes; pronunciar-se sobre a criação de ciclos de estudos e sobre os planos dos ciclos de estudos ministrados; promover a realização de novas experiências pedagógicas e propor ações tendentes à melhoria do ensino e ao sucesso escolar.

 

Conselho Técnico-Científico da ESEV

Os membros que agora foram empossados passam a integrar o novo Conselho Técnico-Científico da ESEV. A cerimónia surge na sequência do processo eleitoral para a constituição do referido órgão e do despacho de homologação do presidente do IPV.

Os novos elementos que passam a constituir o órgão são os docentes: Ana Paula Cardoso, Esperança Ribeiro, Belmiro Rego, Emília Martins, Francisco Mendes, Isabel Aires de Matos, João Paulo Balula, Cristina Azevedo Gomes, Isabel Abrantes, Susana Fidalgo, Abel Figueiredo, Ana Melo, Patrícia Martins, Antonino Pereira, João Nunes, João Rocha, Jorge Fraga, Luís Menezes, José Pereira, Luís Sousa, Luísa Augusto, Teresa Antas de Barros, Paula Rodrigues, Sara Felizardo e Teresa Gouveia.

O Conselho Técnico-Científico (CTC) é um órgão de gestão da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Viseu composto por um máximo de 25 membros eleitos por listas de entre os seus pares. O mandato é de dois anos.

Entre outras atribuições, compete ao Conselho Técnico-Científico da ESEV elaborar o seu regimento; pronunciar-se sobre as linhas orientadoras das políticas a prosseguir pela Escola, nos domínios científico, pedagógico, da investigação, da cultura e da prestação de serviços à comunidade, zelando pela manutenção do princípio de autonomia científica; deliberar sobre creditações e equivalências, nos termos da legislação em vigor; instruir os pedidos de creditação; participar no processo de avaliação e acreditação das formações e na concretização dos objetivos do Processo de Bolonha; promover a avaliação de todas as atividades de investigação e desenvolvimento no âmbito da Escola, bem como a avaliação científica dos cursos e dos docentes; apreciar o plano de atividades científicas da unidade ou da instituição; pronunciar-se sobre a criação de ciclos de estudos e aprovar os respetivos planos curriculares.

 

 

 

Joaquim Amaral • Comunicação e Relações Públicas • IPV

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub