Ex-mineiros das minas de Urânio da Empresa Nacional de Urânio marcham para Bruxelas

por Rua Direita | 2014.02.17 - 11:16

Na próxima Segunda-feira, dia 17 de Fevereiro, pelas 11 horas, uma delegação de 25 ex-Mineiros da Empresa Nacional de Urânio (ENU), parte de Nelas em rumo a Bruxelas, para apresentar no Parlamento Europeu a sua justa reclamação de atribuição de indemnizações aos familiares de ex-mineiros falecidos com neoplasias.

O Estado Português, proprietário das minas de Urânio até ao seu encerramento, foi responsável pela exposição dos trabalhadores à radioactividade sem qualquer controle ou protecção. A recusa deste Governo PSD/CDS e do anterior do PS em assumir a responsabilidade comprovada do Estado pela morte prematura de mais de centena e meia de ex-mineiros, atribuindo aos seus familiares a devida indemnização, é um acto de desumanidade e de injustiça gritante.

Procurando dar maior visibilidade a esta justa luta, a deputada do PCP no Parlamento Europeu, Inês Zuber, decidiu convidar a ATMU- Associação dos ex-Trabalhadores Mineiros para se deslocar a Bruxelas. Nesta visita de trabalho e sensibilização estão previstos contactos com o Grupo Parlamentar do PCP no PE e uma reunião com a Comissão Parlamentar do Emprego e Assuntos Sociais, para a qual foram convidados todos os deputados portugueses no Parlamento Europeu, bem como deputados de outros países pertencentes às várias famílias políticas ali representadas.

Os ex-mineiros iniciarão uma “Marcha” simbólica com partida da Urgeiriça às 9,30 horas de Segunda-feira, percorrendo o caminho até Nelas, onde tomarão o autocarro rumo a Bruxelas.

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub