“Encontro Mundial dos Amigos dos 2CV” passa por Moimenta da Beira

por Rua Direita | 2017.07.21 - 17:56

 

 

Inscreveram-se mais de 1300, de 26 países diferentes, entre os quais Israel, França, Estados Unidos da América, Noruega ou Nova Zelândia, e muitos têm passado em Moimenta da Beira, em direção à Ericeira, a vila portuguesa que receberá, de 26 a 31 deste mês de julho, o “22º Encontro Mundial dos Amigos dos 2CV”. No distrito de Viseu, só outros dois concelhos foram convidados a fazer parte da rede de pontos de passagem: Viseu e Mangualde.

Em Moimenta da Beira já passaram carros e condutores oriundos da Áustria, Inglaterra e França, além dos portugueses. Até dia 25 de julho muitos outros aqui confluirão para carimbar o ‘passaporte’ na “Loja Interativa de Turismo”, um procedimento (facultativo) que servirá de prova de passamento. Depois do carimbo, a maior parte dos participantes tem aproveitado para visitar alguns monumentos da vila, em especial o Convento Beneditino e a Biblioteca Municipal Aquilino Ribeiro, com a promessa de voltarem.

É a segunda vez que Portugal recebe o Encontro Mundial dos Amigos 2CV. O país recebeu em 1987 o sétimo encontro, também na Ericeira, onde participaram 987 veículos, a maioria dos quais oriundos da Alemanha. O ano passado realizou-se em Torun, na Polónia, de 28 de julho a 2 de agosto.

O Citroën 2CV (deux chevaux – dois cavalos, em francês) foi produzido entre 1948 e 1990, alcançando a incrível marca de 5.114.940 unidades construídas durante aquele período.

Foi na fábrica de Mangualde, no dia 27 de julho de 1990, que seria comercializado o último exemplar.

 

Rui Bondoso

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub