Cota de água quase no máximo obriga Barragem de Vilar a iniciar descargas controladas

por Rua Direita | 2014.02.07 - 20:08

Com a cota de água quase no máximo da capacidade de armazenamento (55 metros), a Barragem de Vilar, em Moimenta da Beira, está desde esta quinta-feira, 6 de fevereiro, a realizar descargas controladas. A decisão de abrir as comportas e iniciar o descarregamento foi tomada tendo em conta as previsões meteorológicas para os próximos dias, que continuarão a ser de muita chuva.

A Barragem de Vilar, inaugurada em 1965 e erguida no rio Távora, perto da aldeia de Vilar, Moimenta da Beira, serve para criar uma albufeira, a qual para além de regularizar os caudais deste rio serve para abastecer de água a central hidroeléctrica de Tabuaço, destinada à produção de energia eléctrica.

A albufeira é também utilizada actualmente para a captação de água destinada ao abastecimento público de diversos municípios da região.

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub