Comissão Europeia visitou Zona Empresarial do Picoto

por Rua Direita | 2014.06.06 - 20:17

A Zona Empresarial do Picoto, em Ferreirim, foi uma das infraestruturas de acolhimento de empresas selecionadas na Região Norte de Portugal para ser visitada pela Comissão Europeia e Programa Operacional do Norte (ON.2), no dia 5 de junho, no âmbito de uma ação que englobou ainda todo o corpo técnico do Novo Norte, equipa que analisa e financia as candidaturas comunitárias.

O executivo municipal de Sernancelhe e os empresários do Parque Empresarial receberam a comitiva, encabeçada por Marika Sandell, sueca, representante da Comissão Europeia na Comissão de Acompanhamento do ON.2 e pelo presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento do Norte, Emídio Gomes, e pelos vogais Carlos Duarte e João Marrana, proporcionando-lhes uma visita ao espaço empresarial e o contacto com as atividades desenvolvidas pelas empresas.

A todos os visitantes o Município de Sernancelhe distribuiu um dossier do Parque Empresarial de Ferreirim, elaborado pelos serviços municipais, onde especificou o historial daquele espaço, a sua evolução, as empresas aí instaladas e as especificidades de cada uma.

Durante aproximadamente uma hora os elementos da comitiva tiveram oportunidade ainda de conhecer, com detalhe, atividades como a produção de cogumelos, uma empresa de metalomecânica, a prestadora de serviços e manutenção de parques eólicos e a Frusantos, uma referência na recolha, transformação e distribuição de produtos agrícolas no mercado nacional.

A Zona Empresarial de Ferreirim é uma ambição antiga do Concelho de Sernancelhe. Muito desejada pelo facto de naquela terra haver um forte sentido empreendedor, era na agricultura que se acreditava estar a porta para o sucesso económico dos empresários locais, que poderia chegar caso tivessem instalações adequadas e capacidade de armazenamento e preparação dos produtos para o mercado.

Em 20 de março de 2011 foi assinado o contrato e a consignação da obra dos pavilhões. Com um custo total de 1.269.028 Euros, mereceu a comparticipação comunitária em 532.445,17 Euros pelo EIXO II – Valorização Económica dos Recursos Específicos – Ações Integradas de Valorização Territorial.

Visando a instalação de pequenas e médias empresas industriais, unidades de artesanato, oficinas e armazéns que, pelas suas caraterísticas, revelassem ser uma mais-valia para o empreendedorismo e desenvolvimento económico da região, foram construídas nove frações. Destas, seis apresentam uma área total de 660 metros quadrados, uma tem a área total de 1142 metros quadrados, uma maior tem uma área de 2833 metros quadrados e a fração da Auto Soeiro tem uma área superior a mil metros quadrados de área coberta.

Da Zona Empresarial fazem parte ainda cinco lotes para construção de pavilhões. Contudo, e para que a Zona Empresarial ganhasse as condições ideais ao início da laboração, o Município de Sernancelhe realizou investimentos avultados, que passaram pela compra dos terrenos, cerca de 275 mil euros, o projeto e as infraestruturas (que incluíram arruamentos, passeios, rede de água e de saneamento, colocação de um PT de 30 KV, arborização) que custaram de 760 mil euros; e, em 2008, a obra da variante à Freguesia da Vila da Ponte para Ferreirim trouxe as condições ideais à circulação de pesados e encurtou distâncias do Parque Empresarial à Estrada Nacional. A via orçou (com a compra dos terrenos, elaboração do projeto e construção) cerca de 500 mil euros.

No ano 2012, e mesmo ainda não estando totalmente concluída a construção dos pavilhões do Lote 29, encontravam-se já em laboração empresas na Zona Empresarial. Em 2013 o Município lançou uma campanha de incentivo à captação de empresas, que chegou a conceder apoios, quer no arrendamento quer na compra dos pavilhões e lotes, de 50 por cento. Cinco novas empresas, de diversos setores, aderiram de imediato a este desafio. No final de 2013, mais quatro empresas foram para a Zona Empresarial de Ferreirim, encontrando-se todas as frações e lotes vendidas.

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub