ALZHEIMER: FORMAÇÃO, INVESTIGAÇÃO E INTERVENÇÃO

por Rua Direita | 2015.04.26 - 11:57

 

 

As Obras Sociais do Pessoal da CM e SM de Viseu, no âmbito do Centro Apoio Alzheimer Viseu (CAAV), dinamizaram uma manhã de debate acerca da doença de Alzheimer.

Contribuir para que Viseu se torne, cada vez mais, uma “Cidade Amiga das Pessoas  e Famílias Afetadas pela Doença de Alzheimer” é o objetivo que todos os dias orienta a nossa ação.

Os três pilares que consideramos fundamentais são: Formação, Investigação e Intervenção. Contámos, ao longo da manhã,  com quatro especialistas com vasta experiência que partilharam testemunhos valiosos. Júlio Fermoso García e Encarnación Pérez apresentaram  o Master Universitário Intervención a Personas con Enfermedad de Alzheimer, da Faculdade de Medicina da Universidade de Salamanca. Sublinharam a importância e urgência de ser dada uma resposta à necessidade de formação e informação sobre a doença, tendo em linha de conta o aumento da população afetada e as previsões de incremento futuro. Referiram também que a formação deve favorecer a investigação e a adequada atenção às pessoas e famílias afetadas.

Maria Isabel Ingelmo, Diretora Gerente do Centro de Referencia Estatal de Atención a Peronas con Enfermedad de Alzheimer y otras Demencias[1] – IMSERSO, Ministério de Sanidad, Servicios Sociales y Igualdad – explicou a missão do centro: ser referência a nível nacional e internacional em gestão, gerar e transferir conhecimentos sobre documentação, formação e promoção da utilização de terapias não farmacológicas e modelos de intervenção, centrados no conceito de qualidade de vida, para pessoas com Alzheimer e outras demências, as suas famílias e instituições cuidadoras.

Catarina Alvarez, coordenadora nacional do projeto Café Memória, apresentou o conceito do modelo de intervenção e anunciou a sua implementação em Viseu, tendo como parceiros as Obras Sociais, o Município e a Escola Superior de Educação de Viseu.

Laura Canelas, apresentou as atividades realizadas pelo CAAV, destacando o apoio psicossocial e jurídico e a relevância do Grupo de Ajuda Mútua. Eu apresentei, em linhas gerais, o projeto que queremos, em ano de cinquentenário das Obras Sociais, apresentar aos viseenses e, em parceria, executar: Viseu Cidade da Memória.

No dia de celebração do 49.º aniversário, serão dados a conhecer os objetivos do projeto, as atividades propostas e os modelos de intervenção adoptados. Foi uma honra podermos ter em Viseu Julio Fermoso, Maria Igelmo, Encarnación Pérez e Catarina Alvarez.  A todos eles, muito obrigado e “até já”!

 

 

[1] http://www.crealzheimer.es/crealzheimer_01/index.htm

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub