Altran vai contratar recém-doutorados para os seus pólos tecnológicos em Portugal

por Rua Direita | 2019.01.29 - 11:23

 

 

 

A multinacional Altran continua a reforçar a aposta em Portugal e, para responder ao forte crescimento da atividade tecnológica no País, irá contratar 15 recém-doutorados para os seus escritórios no Porto, Lisboa e Fundão.

 

Estes profissionais vão integrar as equipas de R&D e equipas de projectos de elevada complexidade, para clientes internacionais, nas áreas de sistemas cyber-físicos, condução autónoma, infotainment, inteligência artificial, entre outras.

Rodrigo Maia, CTO e responsável pela Tecnologia e Inovação da Altran Portugal, adianta: “Com o nosso crescimento em Portugal, a nossa necessidade de talento altamente especializado tem vindo a crescer e é necessário continuarmos a apostar na transferência de conhecimento produzido pelas universidades e politécnicos para o tecido empresarial. O contributo dos doutorados será crucial para dar resposta aos vários projetos de alta complexidade da Altran, no nosso plano de crescimento nacional e internacional. Além disso, pretendemos continuar a reforçar o contacto e parceria com as universidades, para o desenvolvimento de competências dos recém formados e futuros profissionais nas áreas tecnológicas.

 

A empresa procura candidatos com doutoramento concluído há menos de 2 anos em Engenharia Informática, Engenharia Eletrotécnica, Engenharia Aeroespacial, Engenharia Fisica ou Engenharia Biomédica. O processo decorrerá através da colocação de vagas no site oficial da empresa e nas plataformas online de recrutamento.

 

 

Sobre a Altran:

Com a aquisição da Aricent, a Altran posiciona-se como líder global em consultoria de engenharia e R&D (ER&D) e uma empresa inovadora no desenvolvimento de produtos e serviços à medida das necessidades dos clientes. Neste sentido, a Altran acompanha os clientes em cada etapa do projeto, desde o planeamento estratégico à fase de produção. Há mais de 30 anos no mercado global, a Altran capitaliza a experiência e know-how em setores chave, como Aerospace, Automotive, Defence, Energy, Finance, Life Sciences, Railway e Telecom. A aquisição da Aricent alarga essa liderança para semiconductors, digital experience e design innovation.

Com mais de 45 mil colaboradores e presente em mais de 30 países, o grupo Altran e Aricent geraram, em 2017, receitas de 2,9 mil milhões de euros. No mercado português desde 1998, a Altran Portugal conta mais de 1.800 colaboradores e com três escritórios, no Porto, Lisboa e Fundão.

 

www.altran.pt

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub