A OP Leite da COAPE – Mangualde na senda do queijo da Serra da Estrela

por Rua Direita | 2016.01.09 - 16:49

 

 

A COAPE está centrada na fileira do queijo Serra da Estrela e consequentemente preocupada com os anseios dos produtores de leite, distribuidores e produtores de queijo. Para melhor percepção sectorial, tem concretizado um conjunto de visitas a vários parceiros das diferentes áreas deste ciclo produtivo.

Hoje, 9 de Janeiro, Rui Costa e António Rodrigues visitaram os Queijos Tavares (ver link infra) dialogando com o seu administrador Filipe Fraga no sentido de auscultar a receptividade empresarial a um comum envolvimento.

filipe1low

Segundo o presidente da direcção, Rui Costa:

Temos presente e estamos conscientes dos problemas que cada um destes ciclos produtivos enfrenta e tem como constrangimentos ao progresso e ao desenvolvimento sectorial. Nesse sentido, a COAPE assume uma postura de parceiro na procura de novas soluções, de novas estratégias, de novos mercados e de inovação na transformação do queijo, indo de encontro àquelas que são as macro preocupações dos actuais produtores, estabelecendo parcerias de cooperação com os diferentes parceiros, para optimização de resultados e na luta comum contra aquilo que achamos serem os múltiplos condicionantes e os entraves de carácter burocrático.”

franciscolow

Deu como exemplo:

Porque não fazer queijo da Serra com 200 grs.? E ter que fazer com um mínimo de 600 grs.? Por vezes faz toda a diferença em termos de mercado, de preço, de venda e de consumo imediato. Este é apenas um mero e ínfimo pormenor…”

E concluiu:

Com este objectivo, temos vindo a ouvir opiniões de diversos produtores e empresários sectoriais, como no caso de hoje, nesta visita aos Queijos Tavares, SA, de S. Romão, em Seia onde falámos com o empresário Filipe Fraga, um reconhecido especialista na matéria e um dos maiores players deste território, para percebermos alguns dos constrangimentos, das necessidades e dos anseios do mercado face a este produto endógeno, que tem um profundo significado tradicional, cultural e económico.”

tavareslow7

 

 

http://www.queijostavares.pt/index.php?option=com_content&view=article&id=6

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub