Um PSD quarentão… e com pouco juízo

por Paulo Neto | 2015.03.20 - 11:21

 

Um eclipse do Sol anuncia a chegada da Primavera. Primum tempus chamavam-lhe os romanos, porque eram/são os tempos da renovação findo o inverno ou tempo de hibernar. A Lua tapou o Sol, mas em Portugal, onde nunca nada chega por inteiro (a não ser os impostos), os astrónomos tiveram que se contentar com um fenómeno parcial.

 

Hoje, em Viseu festejam-se os 40 aninhos (idade para ter juízo) do PSD. Grande jantar. Porque é para o povo e a 10€ tem que ser no Expocenter. E em boa verdade até aproveitam para conferir alguma vida àquele “elefante branco” semi-abandonado.

psd

Se ao que parece e se diz já temos como cabeça de lista para as legislativas por Viseu Maria Luís Albuquerque, a presença hoje à noite de Marcelo Rebelo de Sousa pode prenunciar um começo de campanha para as presidenciais…

 

Ainda no PSD, Almeida Henriques descoroçoou-se todinho com o “nim” do mangualdense Sérgio Monteiro acerca da nova ferrovia Aveiro-Salamanca.

Depois de criadas as expectativas, depois de os anúncios feitos, em Viseu e em Mangualde, na Assembleia Municipal… “plof”… “Nova ferrovia é decisão para o próximo governo”, secretário de Estado dixit. “Não podemos brincar aos estudos e com as palavras”, agastado comentou Almeida Henriques…

Recordamos que esta ligação teria um custo previsto de mil milhões de euros, dependia de uma candidatura a fundos europeus a apresentar ao CEF (Connecting Europe Facilty) e se aprovada, poderá, eventualmente, desenhar-se a sua realidade a partir de 2020, conforme escrevemos num dos últimos editoriais.

Ou seja, quem conta com o ovo no cu da galinha pode ficar com o dedo “borrado”.