O sucessor de Cavaco

por Paulo Neto | 2015.03.21 - 13:00

 

Marcelo on the road porque the sow must go on… foi a crível súmula da participação/intervenção da maior Pitonisa lusa desde os tempos da “Sibila”, de A. Bessa-Luís.

Aproveitando o ensejo de festejar os 40 anos do PSD na cavacolândia – topos de voto certo – veio o professor “je sais tout” banhar-se na fidelidade militante distrital, receber, mesa a mesa o shake-hands deslumbrado de todos os apoiantes que, assim, tiveram o ensejo de ver a vedeta da tv, tirar selfies ridentes, e ouvir, sem ser no sofá da sala, a mirabolância predicativa/premonitória da “star”.

As legislativas estão à porta e ele e seus companheiros são a “maioria estável” em aparatosa e salvífica luta contra a “instabilidade de uma realidade minoritária dependente de pequenos partidos de esquerda radical”.

A “star” tem brilho mas é de tanta lata e faz bem o seu papel coladinho a um partido da direita radical, sem o qual o PSD não é ninguém.

Numa afirmação esteve ele bem: “Trocar o certo pelo incerto” … “é uma escolha simples”. Sem dúvida cara Pitonisa. O incerto vivem-no os portugueses há 4 anos sendo saqueados diariamente pela certeza que V. abraça e à qual quer dar continuidade para concluir a desgraça encetada, para acabar de privatizar e vender Portugal e nos tornar, de uma vez por todas a cauda da Europa para gáudio dos patrões que vos dão ordens.

Por isso, caro professor-cheio-de-ideias-para-o-futuro… a “escolha é simples” e não há diarreia verbal, por mais cosmética e falaciosamente argumentada, que lhe adregue a dar um milímetro de razão.

E já agora, parabéns pelos 40 aninhos… boa idade para ter juízo!