“SANEAMENTO” À MODA ANTIGA

por Alberto Correia | 2013.12.21 - 13:35

Quem não se sente não é filho de boa gente.
(Ditado popular)

 
O meu amigo António Fernandes a quem reconheço, inteiras, as virtudes que M.T. Cícero, no “De Senectute”, aponta aos ilustres varões de boa fama diz-me às vezes, às vezes em vão, sábio conselheiro: – Não escrevas!… Porque me iria acontecer como à sentença de Pilatos. Só que eu não tenho um Diário íntimo para o solitário desabafo. E eis-me escrevendo, mesmo que seja para o vento, que algumas palavras arrastará. Pois vem isto a propósito da edição recente do N.º 21 dos Cadernos Aquilinianos, Direcção de Dr. Jerónimo Costa a quem peço retire o meu nome da Comissão Coordenadora, porque inútil é, como inútil terá sido a de outros mencionados integrantes que para nada foram ouvidos. Mas nem é por isso que escrevo. É que, mal saída a publicação, alguém me chamou a atenção para a curiosa situação de que a minha fotografia aparecia uma única vez num amplo conjunto de fotos onde era suposto aparecer mais vezes. Explico: Da página 33 a 47 oferece-se o conteúdo de seguinte título: Homenagem a Aquilino Ribeiro em imagens, Org. e créditos fotográficos de Jerónimo Costa. Trinta e cinco fotos ilustrando episódios da fase última da construção da estátua a Aquilino, sua vinda da fundição para Viseu e Cerimónia de inauguração. Em tudo eu tive e refiro-o sem falsa modéstia, um lugar central, e não só enquanto Presidente do CEAR. Pois eu consigo aparecer apenas numa foto, segundo plano, com o meu amigo António Fernandes, e de certeza só venho ali porque no 1.º plano tinha de aparecer o Dr. Fernando Paulo, que esteve ali porque eu, inocentemente, naturalmente, o convidei para ir lá. Como convidei o Sr. Presidente da Câmara e a Sr.ª Vereadora da Cultura. A isto chamo “saneamento”, “banimento”. E já me tinha referido noutro texto a um método tipo PREC (Não sei em que Escola J.C. foi aprender!). Mas vejam nos referidos Cadernos, a pág. 129, outro curioso pormenor: O Dr. Jerónimo Costa ao construir a notícia do último Serão Aquiliniano, a 8 de Novembro, no Solar do Vinho do Dão, ilustra-o com uma singular foto da Mesa onde sempre tive lugar como Presidente da Direcção do CEAR, onde sempre esteve presente o Dr. F. Paulo, Presidente da Assembleia Geral, como era hábito em tais Serões. Pois reparem bem na foto. Alberto Correia, que estava ali na Mesa, interventor, foi cortado intencionalmente pelo fotógrafo Jerónimo Costa. Mas isso eu soube logo nesse dia do Serão!… Novidade, estranheza, teria sido o contrário.
Acho que o Senhor Eng. Aquilino Ribeiro Machado, em sua memória é também ofendido por estas atitudes. Aquilino Ribeiro não reconheceria tais atitudes, ele banido também por outras razões. Não vão por esses caminhos, Dr. Jerónimo Costa, Dr. Fernando Paulo, ideólogo da tramóia, Doutor João Inês Vaz, que aceitou presidir, e lamento que tenha aceite convite que terá sempre veneno de mistura, à pretensa Direcção onde o tem por lugar-tenente. São caminhos tortuosos, odientos. E estamos, estranhamente, em tempo de Natal!…
Bom Natal para os “homens de boa vontade”, na lição bíblica…
Alberto Correia