O vazio

por PN | 2014.03.30 - 18:00

O vazio

Imolar o poder e chegar ao vazio onde nada há a dizer.

Sacrifício do ser ciente da angústia para quem as palavras não negam o acto nem o acrescem da inocência há muito perdida privada do alívio atrás de

uma alusão

um sentimento

uma torturada forma nula

uma fidelidade já não decente

uma exigência desvelada

uma ansiedade difusa nas abóbadas de um céu ausente.

Talvez noite ou só sombra colado à qual arrasta o peso da in-significância na ânsia de encontrar o espaço.

Vazio depurado ou intocado onde a obra não foi ainda nunca feita e no a-fazer retarda ou nega.

O vazio.