“Re-food Coimbra” quer crescer

por Rua Direita | 2017.12.18 - 18:12

 

A Re-Food instalou-se em Coimbra no final de 2015. Desde então tem combatido o desperdício alimentar distribuindo excedentes por uma rede com cerca de 120 beneficiários. No total foram mais de 4000 pães e 3500 bolos. Para estender o tipo de aproveitamento de excedentes é necessário encontrar instalações para um centro de operações e alargar o corpo de voluntários.

O início…

A Re-Food é uma organização sem fins lucrativos, criada por Hunter Halder, em 2011, com o objetivo de reaproveitar excedentes alimentares e ajudar a alimentar quem mais precisa. Apesar de ter tido origem em Lisboa, a ReFood expandiu-se através dos seus núcleos um pouco por todo o país, tendo um raio de ação local.

Em setembro de 2015, um grupo de voluntários iniciou contactos com o fundador da Re-Food, com o intuito de definir estratégias tendo em vista o nascimento de um núcleo em Coimbra. Em dezembro do mesmo ano, no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra, este movimento foi apresentado à cidade: estiveram presentes 400 pessoas, tendo sido feito o convite a quem se quisesse juntar e colaborar com o grupo inicial.

O que fazemos…

Desde essa altura, o núcleo de Coimbra da Re-Food e os seus voluntários têm atuado essencialmente através da campanha “Pão e bolos”. Este projeto funciona de forma regular. Os seus parceiros são vários estabelecimentos da cidade relacionados com a restauração, que entregam excedentes alimentares para serem distribuídos diretamente por uma rede de beneficiários constituída por instituições de solidariedade social. Até ao momento este projeto tem envolvido 14 fontes de alimentos e cerca de 120 beneficiários. Durante 2016 resgataram-se 1590 pães e 1278 bolos, em 2017 foram já distribuídos 2673 pães e 2391 bolos. O projeto “Pão e bolos” tem sido secundado por recolhas extraordinárias de alimentos excedentes, que tantas vezes surgem após jantares, festas ou cerimónias pontuais.

Todo o trabalho desenvolvido pela Re-Food é realizado por voluntários com sentido de cidadania, motivação e vontade de dedicar duas horas semanais ao combate ao desperdício alimentar. O sucesso desta missão depende destas pessoas e, portanto, o convite à comunidade para integrar este projeto em regime de voluntariado mantém-se!

Planos futuros…

Para alargarmos o leque de ação e conseguirmos que o aproveitamento de excedentes chegue a um maior número de pessoas, a Re-Food Coimbra tem procurado um espaço que possa servir como centro de operações. À semelhança do que já acontece noutros núcleos da ReFood, este espaço permitirá a logística para tratar e manipular mais excedentes e, desta forma, uma redistribuição mais abrangente pelos beneficiários.

Procuramos um espaço no coração de Coimbra, próximo dos voluntários e dos parceiros, mas sobretudo próximo dos beneficiários. Para este espaço procura-se um local que idealmente tenha cerca de 100m2, com facilidade de acesso e que permita o funcionamento de máquinas industriais para a preparação, acondicionamento e armazenamento das refeições.

Até encontrarmos este espaço físico, quer seja um possível voluntário, uma possível fonte de alimentos, um possível beneficiário ou até mesmo uma ponte para encontrarmos este tão desejado espaço, pode contactar-nos através do e-mail coimbra.refood@gmail.com, da página do facebook (www.facebook.com/Refood.Coimbra) ou, para recolhas de emergência, ligando para 913 384 060.

Precisamos de um espaço e precisamos de voluntários, junte-se a esta causa!

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub