Leitão Borges e o ADN socialista…

por Rua Direita | 2018.06.05 - 19:27

A Comissão Política Distrital do PSD, referentemente à posição pública assumida por António Leitão Borges, o presidente da Federação do PS Viseu, acerca do abastecimento de águas, faz saber:

 

“É com alguma estranheza e estupefação que a comissão política distrital do PSD de Viseu interpreta as recentes declarações públicas do engenheiro António Borges, relativamente ao problema de abastecimento de água nos concelhos de Viseu, Nelas, Mangualde, Penalva do Castelo, Sátão, Vila Nova de Paiva, São Pedro do Sul e Vouzela. Estranheza por não ser clara a condição em que profere tais afirmações. Se o faz na qualidade de presidente da federação distrital do PS/Viseu ou como boy e camarada assalariado das Águas de Portugal. Estupefação por colocar em causa o trabalho de cinco Autarcas socialistas que, conjuntamente com os Presidentes das Câmaras de Viseu, Sátão e Vouzela, tudo têm feito para solucionar um problema que é responsabilidade de todos, inclusive do Governo, que procura passar incógnito neste processo.

Fica claro, nestas declarações, que o ADN dos socialistas da região não mudou. Tal como seus os antecessores, sempre que está em causa o interesse das pessoas da região, optam por defender os interesses e a perspetiva dos camaradas de Lisboa. Hoje não é diferente, ao invés de encetar esforços para comprometer o governo neste investimento para que os municípios não se endividem, nem assumam uma responsabilidade da Administração Central, responsabilizam o Presidente da Câmara de Viseu pela negligência do Governo. Haja pudor!

A verdade é que o Governo tudo fez para que as Águas de Portugal (sua entidade patronal) integrassem este subsistema. Esqueceu-se foi de dizer que se os municípios se deixassem seduzir pelos encantos das Águas de Portugal, os munícipes é que pagariam a fatura. Os encargos com a água subiriam para o dobro do que hoje pagam.

A falta de rigor fica também evidenciada quando não refere que para o problema em causa, o abastecimento em alta, não há fundos comunitários disponíveis. Como não sabe do que fala, Leitão Borges perdeu uma excelente oportunidade para ficar calado. Uma atitude mais avisada evitaria esta exposição pública. Se se informasse junto dos seus autarcas, teria ficado a saber que, na base do protocolo fundador do processo de agregação intermunicipal em curso, que teve o patrocínio do Secretário de Estado do Ambiente, estava já o abastecimento em alta, nomeadamente a construção de uma nova barragem, para o qual, agora, o governo não quer dispor de recursos. O problema está no Governo, não nos autarcas.

Não basta, por isso, fazer projetos e submeter candidaturas. É preciso ser responsável, rigoroso e criterioso na gestão dos dinheiros públicos. Se os oito municípios avançassem sozinhos com o investimento teriam que se endividar em 50 milhões de euros, colocando em causa a sustentabilidade das contas municipais e comprometendo as gerações futuras com encargos. Para quem conhece o estado em que Leitão Borges deixou as contas do município de Resende, não são necessários mais esclarecimentos.

Os municípios continuam empenhados na solução definitiva do problema. Quanto à situação do concelho de Viseu, não há que criar alarmismos. O trabalho que está a ser feito pelo município irá acautelar os efeitos de uma situação de seca futura. Não obstante, é preciso ir mais além. A construção de uma barragem é um investimento estratégico fundamental para toda a região que resolverá os problemas de abastecimento de água nestes concelhos, não apenas nos períodos de seca.

Perante estes factos, exorta-se o presidente da federação socialista a deixar a guerrilha partidária e a juntar-se aos autarcas e à população destes concelhos na sensibilização do governo para a necessidade de partilha de responsabilidades, nomeadamente através investimento do Estado Central.

 

 A Comissão Política Distrital do PSD/Viseu

Viseu, 05 de junho 2018

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub