Festa do Mel na Serra do Caramulo, 27 de Agosto de 2017

por Rua Direita | 2017.08.17 - 21:47

Um dos anos de maior desenvolvimento apícola na Serra do Caramulo, ficará marcado pelo crescimento abrupto da vespa velutina nesta região; verificando-se, desde o inicio do Verão, a presença desta praga na maioria dos apiários da Serra do Caramulo.

O desconhecimento sobre o ciclo desta praga nas nossas condições, as condições edafo-climáticas favoráveis, a inexistência de medidas de prevenção e monitorização por parte dos agentes locais, os meios de controlo pouco expeditos e eficazes, a falta de recursos humanos especializados e tecnológicos, levam a que esta praga se multiplique exponencialmente, não havendo forma de controlo sustentável, face às centenas de ninhos e milhões de vespas que se encontram na região.

Trata-se de um problema extremamente grave para a economia da região, não só para a apicultura, como também para a agricultura e ambiente, pois não nos podemos esquecer que são predadores de diversos polinizadores, fundamentais ao equilíbrio dos nossos ecossistemas e produção agrícola.

Os apicultores da Serra do Caramulo têm tido um papel importante na identificação dos ninhos e monitorização da vespa velutina; no entanto, têm sido os mais prejudicados com o crescimento desta praga. O que se verifica no apiário, é a paralisação das colónias de abelhas quando pressentem a vespa velutina, não saindo das suas colmeias para a coleta de néctar e pólen, o que obriga à alimentação das colónias por parte dos apicultores, aumentando-se, desta forma, os custos na exploração apícola.

Sendo este um problema económico e ambiental com consequências muito nefastas, carece de medidas urgentes que contemplem formas de intervenção proactivas e meios de controlo eficazes e expeditos.

A Associação de Apicultores da Serra do Caramulo, sensibilizada para este problema, pretende organizar uma Ação de Esclarecimento sobre a vespa Velutina, a decorrer durante a Festa do Mel no dia 27 de Agosto de 2017, com inicio pelas 10 horas.

Como já tem sido habitual neste evento, haverá apresentações de atividades apícolas e artesanais, animação musical, com o grupo Etnográfico e Cultural Cova do Ouro e Serra da Rocha, Espiral e Daniel Pereira, provas de mel, gastronomia regional, animação infantil com insufláveis, moldagem de balões e pinturas faciais; para além da presença de 50 expositores no Parque de Festas da Santa Margarida, na Vila do Caramulo.

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub