Desassorear o Pavia

por Rua Direita | 2017.09.02 - 11:59

 

De um leitor devidamente identificado recebemos a nota que passamos a transcrever na íntegra…

 

“Ciclicamente ouve-se dizer que se quer recuperar o Pavia!
Limpa-se (?), tiram-se umas pás de entulho, etc.

Parece que ninguém vê que o rio está assoreado e que o nível freático está, há anos, abaixo do leito atual.
Aquando das obras de construção do muro junto à Escola da Ribeira para fazer os alicerces foi preciso ter em contínuo um motor (de bom calibre) a retirar a água.

Veja-se o antigo “açude das Mestras” (onde agora foi feita a ponte pedonal para a nova área do Parque de Santiago)!
Há cinquenta anos “a malta” mergulhava da margem para o açude, hoje o leito está quase ao nível das pedras grandes do mesmo.
Direi que aqui haverá talvez dois metros de assoreamento a fazer com que a água se “espalhe” no subsolo das margens.
E a parte cimentada esconde muito do que devia ter sido desassoreado.

Se se quer água no Rio faça-se um verdadeiro desassoreamento!”

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub