Comunidade Intermunicipal Dão Lafões: PS apresenta José Morgado, PSD ainda sem candidato. Eleição suspensa

por Rua Direita | 2017.11.04 - 20:39

 

 

 

Depois da instalação dos catorze elementos que integram o conselho intermunicipal, na sua primeira reunião, que se segui de imediato, só José Morgado foi proposto para a reeleição como presidente da CIM Viseu Dão Lafões, não tendo o PSD apresentado qualquer candidato. O que é facto é que a eleição está suspensa pese embora ter conseguido oito votos a favor, cinco contra e uma abstenção, dentre os catorze presidentes de câmara que constituem o conselho intermunicipal da CIM. E isto porque os elementos afetos ao PSD, cinco, entendem que para o presidente ser eleito ele tem que reunir para além da maioria dos presidentes, o que foi o caso, tem igualmente que ter o apoio “de mais de metade do universo total de eleitores dos municípios integrantes da comunidade intermunicipal” o que não foi o caso uma vez que se o PS detém a maioria das câmaras, sete (S.P.Sul, S.C.Dão, C.Sal, Nelas, Mangualde, P.Castelo e V.N.Paiva), já as cinco do PSD (Viseu, Tondela, C.Daire, Sátão e Vouzela) detêm mais eleitores, pelo que a situação de impasse se verificou. Para além destas doze câmaras partidárias, há ainda duas cuja presidência é independente (Oliveira de Frades e Aguiar da Beira).

Há dúvidas quanto ao presidente interino: se deve ser Almeida Henriques se deve ser José Morgado

Enquanto esta situação de impasse se mantiver há divergências dentro do conselho, ao que Dão e Demo apurou, quanto a quem assume interinamente a presidência. Há, por um lado, o entendimento de que assume a presidência, interinamente, o presidente da autarquia com maior número de eleitores, no caso, Almeida Henriques, de Viseu e há o entendimento de que ele só instala o órgão, cabendo a presidência interina, à semelhança de outras situações em outros órgãos das autarquias locais, ao anterior presidente, neste caso, José Morgado, “com a legitimidade também de até ter sido o único a ir a votos já neste mandato e com o apoio da maioria dos conselheiros”, segundo uma fonte, do conselho, por nós contactada.

Entretanto os catorze conselheiros da CIM Viseu Dão Lafões irão reunir novamente para tentarem encontrar uma solução para a presidência da CIM. Recorde-se que já no mandato anterior a situação se arrastou tendo-se na altura chegado a acordo quanto à eleição de José Morgado como presidente, que foi acompanhado por José António Jesus, de Tondela, e Fernando Carneiro, de Castro Daire, como vice-presidentes.

Para além do presidente da CIM e o secretariado executivo há ainda que instalar a Assembleia Intermunicipal e que será composta por cinquenta deputados oriundos das catorze Assembleias Municipais integrantes desta comunidade. A instalação a efetuar pelo presidente cessante ocorrerá nos vinte dias após a eleição dos elementos que a integram, a quem caberá eleger a futura mesa da assembleia intermunicipal.

 

Fonte: www.daoedemo.com

 

 

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub