BE questiona Governo sobre insuficiência de cirurgiões da área cardiovascular no CHTV

por Rua Direita | 2017.11.06 - 12:38

O Bloco de Esquerda apresentou ao Governo as questões que seguem:

 

“O Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) serve toda a região do centro interior do país, sendo a sua área de influência a do Agrupamento de Centros de Saúde Dão-Lafões, três concelhos do Agrupamento de Centros de Saúde Douro Sul e toda a Unidade Local de Saúde da Guarda.

Serve, como se vê, uma grande área geográfica e centenas de milhares de utentes. A diferenciação dos seus cuidados, assim como a disponibilidade dos mesmos são da maior importância.

Chegou ao conhecimento do Bloco de Esquerdas que neste Centro Hospitalar há uma insuficiência de cirurgiões da área cardiovascular, insuficiência essa que se acentua aquando das férias de algum dos atuais profissionais.

Perante estas informações, o Bloco de Esquerda considera que é fundamental que o Governo preste informação sobre o assunto, até porque, como é público, as doenças cardiovasculares têm uma alta prevalência e necessitam, em muitos casos, de intervenção pronta e imediata.

Assim, é importante que se garanta a contratação dos profissionais necessários para garantir prontidão de resposta e também uma maior capacidade de resposta, de forma a não gerar novas listas de espera.

Assim, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir ao Governo, através do Ministério da Saúde, as seguintes questões:

 

Quantos cirurgiões cardiovasculares existem atualmente nos quadros do CHTV e quantos deveriam existir?

Qual o recurso do CHTV a empresas prestadoras de serviços e de colocação de profissionais para garantir o pleno funcionamento da cirurgia vascular?

Quais as listas de espera atuais para a cirurgia cardiovascular no CHTV e qual tem sido a evolução da mesma nos últimos anos?

Tem havido autorizações por parte da tutela para contratação de profissionais para substituição em casos de ausência temporária?

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub