BE QUESTIONA GOVERNO SOBRE FALECIMENTO DE MENINA DE 14 ANOS EM CASTRO DAIRE

por Rua Direita | 2018.02.01 - 14:56

Os deputados do Bloco de Esquerda questionaram o Governo sobre o falecimento da menina de 14 anos, em Castro Daire, depois de ser atendida duas vezes.

PERGUNTA:

Assunto: Falecimento de menina de catorze anos após dois atendimentos no Centro de Saúde de Castro Daire

 Destinatário: Ministério da Saúde Exmº. Senhor Presidente da Assembleia da República

No dia 26 de janeiro, LP, uma menina com catorze anos de idade foi atendida no Centro de Saúde de Castro Daire, tendo-lhe sido indicado que estava com uma constipação. Uma vez que o seu estado de saúde se agravou, os pais levaram-na de novo à unidade de saúde no dia 28 de janeiro, domingo; mais uma vez LP foi enviada para casa com a indicação de que estava constipada. Algumas horas depois, LP faleceu em casa.

O Bloco de Esquerda lamenta profundamente este falecimento.
Em declarações à comunicação social, o diretor do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) DãoLafões, ao qual pertence o Centro de Saúde de Castro Daire, indicou que a Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS) abriu um inquérito a esta situação. O Bloco de Esquerda pretende confirmar esta informação bem como conhecer o relatório, quando o mesmo estiver concluído.

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio dirigir ao Governo, através do Ministério da Saúde, a seguinte pergunta:

1. O Governo confirma que a Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS) abriu um inquérito às circunstâncias que levaram ao falecimento de uma menina de catorze anos após dois atendimentos no Centro de Saúde de Castro Daire?

REQUERIMENTO:

Assunto: Inquérito elaborado pela IGAS sobre o falecimento de menina de catorze anos após dois atendimentos no Centro de Saúde de Castro Daire

Destinatário: Ministério da Saúde Exmº. Senhor Presidente da Assembleia da República

No dia 26 de janeiro, LP, uma menina com catorze anos de idade foi atendida no Centro de Saúde de Castro Daire, tendo-lhe sido indicado que estava com uma constipação. Uma vez que a seu estado de saúde se agravou, os pais levaram-na de novo à unidade de saúde no dia 28 de janeiro, domingo; mais uma vez LP foi enviada para casa com a indicação de que estava constipada. Algumas horas depois, LP faleceu em casa. O Bloco de Esquerda lamenta profundamente este falecimento. Em declarações à comunicação social, o diretor do Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) DãoLafões, ao qual pertence o Centro de Saúde de Castro Daire, indicou que a Inspeção Geral das Atividades em Saúde (IGAS) abriu um inquérito a esta situação. O Bloco de Esquerda pretende conhecer o relatório deste inquérito.

Atendendo ao exposto, e ao abrigo das disposições constitucionais e regimentais aplicáveis, o Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda vem por este meio solicitar ao Governo, através do Ministério da Saúde, o seguinte documento:

 1. Cópia do relatório efetuado pela Inspeção Geral das Atividades em Saúde na sequência do inquérito às circunstâncias que levaram ao falecimento de uma menina de catorze anos após dois atendimentos no Centro de Saúde de Castro Daire.

 

 

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub