ANIMAIS DE ESTIMAÇÃO PROIBIDOS NO PARQUE ALZIRA CLÁUDIO, em Carregal do Sal

por Rua Direita | 2017.06.08 - 09:23

 

Sem justificação aparente, a primeira etapa da requalificação do parque Alzira Cláudio foi a colocação de uma placa de proibição de entrada a animais. Não sendo este parque dotado de nenhuma espécie animal, fauna ou flora protegida, que pudessem ser perturbados pela presença de um canídeo ou felino, não há razões aparentes para ser impedida a entrada a animais com trela. Assim sendo, é de lamentar que futuramente não seja permitido passear no remodelado parque Alzira Cláudio com o seu animal doméstico, sendo este um espaço lúdico e pedagógico vocacionado para a preservação da natureza e sensibilização ambiental. É um local de referência no concelho no que diz respeito ao lazer e ao desporto em contacto com a natureza. Tudo isto está ao alcance de todos, excepto daqueles que se querem fazer acompanhar do seu animal de estimação.
Face ao referido no art.º 7.º, n.º 4, do Decreto-Lei n.º 314/2003, de 17 de Dezembro, no qual é dito que “as câmaras municipais, no âmbito das suas competências, podem criar zonas ou locais próprios para a permanência e circulação de cães e gatos, estabelecendo as condições em que esta se pode fazer sem os meios de contenção previstos neste artigo.”, a câmara municipal deve proceder à criação de pelo menos um parque canino público ou adequar o espaço para permitir a presença de animais acompanhados com trela.

– O que é um Parque Canino?

É um espaço vedado para que os cães possam correr, brincar e socializar sem trela, sempre sob a supervisão dos donos. Embora não tenham características específicas, são espaços ao ar livre, com uma vedação alta, porta, drenagem adequada, bancos para que as pessoas se possam sentar e controlar de perto os seus animais, água, zonas com sombra, dispensadores de sacos para apanhar os dejetos caninos e caixotes do lixo tapados. Geralmente, é colocada à entrada do parque uma placa informativa onde constam as regras de funcionamento do mesmo.
Sendo o futuro parque Alzira Cláudia dotado de gradeamento a toda a volta, não será difícil criar uma extensão que permita desta forma criar um parque isolado para animais sem trela.

É importante que os cães gastem as suas energias para não desenvolverem comportamentos agressivos e destrutivos. Nem todas as pessoas possuem casas com terreno suficiente para que os cães possam correr à vontade sem trela e, para alguns donos, é difícil soltar os cães em zonas públicas pois corre-se o risco de eles irem para a estrada, fugirem ou saltarem para os transeuntes. Mesmo que não sejam agressivos, há cães que têm necessidade de procurar a atenção dos humanos para brincar saltando para estes, o que pode ser algo desagradável e até mesmo perigoso para algumas pessoas, uma vez que um cão de grande porte pode saltar sobre uma criança ou um idoso e causar danos físicos indesejáveis.
No entanto, acreditamos que a solução não passa por proibir a entrada a animais, mas sim adequar o espaço existente à permanência saudável e segura entre humanos e animais. Obviamente e de acordo com a lei, os animais não poderão entrar no espaço reservado às crianças ou nos campos desportivos. Mas porquê a proibição em todo o parque?
Assim, o Carregal Positivo sugere a retirada da proibição de entrada a animais com trela no Parque Alzira Cláudio, ou em alternativa, criação de um parque canino com as respectivas condições acima mencionadas.

VAMOS ACABAR COM ESTA DISCRIMINAÇÃO!
P´lo Carregal Positivo,
Diego Garcia

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub