A AZU responde ao presidente da CM de Nelas

por Rua Direita | 2017.03.15 - 16:50

Em resposta ao “press release” / esclarecimento feito por Borges da Silva acerca da poluição da ribeira da Pantanha, cujo link infra se deixa, recebemos o “comunicado” / esclarecimento da AZU – Associação Ambientalista, que aqui se publica.

Ao leitor a dilucidação dos factos…

Câmara de Nelas garante o integral cumprimento de descargas de efluentes na ribeira da Pantanha por parte da Borgstena

…………………………………………………………..

Descargas da Ribeira da Pantanha

A AZU congratula-se por ser uma Associação com reconhecimento Publico da sua actividade na Região de Viseu e na defesa do ambiente, tendo como principio a defesa e denúncia de todas as situações que prejudicam o ambiente e não cumprem a lei.

No respeitante a Empresa Borgstena, é por demais conhecido a falta de cumprimento, independente da pressão da AZU, de todos os esforços feito pela empresa para cumprir a legislação.

Quanto à nota da Câmara Municipal de Nelas, desta vez não  confirmada pela Borgstena, a AZU apresentou a sua queixa dos factos ocorridos à Agência Portuguesa do Ambiente sobre novas descargas para a Ribeira da Pantanha no Sábado,  11 de Fevereiro, tendo sido a Empresa Borgstena confrontada pessoalmente, pelo Presidente da AZU, tendo nesse mesmo dia sido confirmados pelos Técnicos da Empresa, os cheiros nauseabundos da Borsgstena e inclusive sido detectada a paragem da  nova ETAR. Na altura foi o Presidente da AZU sido informado que no respeitante à espuma na Ribeira da Pantanha, o motivo teria sido a falha do funcionário responsável em não colocar o anti-espuma a jusante da Borgstena.

Estes são os factos que não podem ser desmentidos pela Borgstena e, portanto, lamentamos que cabendo igualmente à Câmara Municipal de Nelas defender o bem-estar e a qualidade de vida das populações, esta se venha a colocar ao lado da poluição, afirmando que a mesma não se deve à empresa que perante nós o assumiu por negligência. Estranhamos que a nota de imprensa da Câmara Municipal de Nelas negue a origem mas não negue a poluição. Estranhamos que a nota de imprensa não identifique, nem procure identificar a poluição que não nega.

Também por isso a AZU mantém a sua queixa, aliás até à data não contestada pela Borgstena, e irá, porque o assunto assim o exige até pela antiguidade, proceder junto dos grupos parlamentares para que a exemplo da atitude do Ministério do Ambiente que está a intervir na poluição no Rio Tejo, faça o mesmo contra a poluição no Rio Mondego.

A Direcção da AZU

Março 2017

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub