UC assina protocolo com o governo de Timor-Leste

por Rua Direita | 2017.04.10 - 14:15

A Universidade de Coimbra (UC) e o Governo de Timor-Leste assinaram um Protocolo de Cooperação, no dia 7 de abril. A cerimónia realizou-se na Sala do Senado da Reitoria da UC.

O Protocolo foi oficializado pelo Reitor da UC, João Gabriel Silva, e pelo Ministro de Estado, Coordenador dos Assuntos da Administração do Estado e da Justiça e Ministro da Administração Estatal de Timor-Leste, Dionísio Babo Soares.

Esta parceria entre a Universidade de Coimbra e o Governo de Timor-Leste visa «estabelecer a cooperação, científica e cultural entre as duas instituições, em todos os campos de comum interesse, com vista à gestão de arquivos estatais e à formação de quadros da Administração Pública de Timor-Leste».

Entre outras ações, o Protocolo prevê o desenvolvimento comum de programas de investigação científica ou técnica que visem, simultaneamente, aumentar o potencial dos dois organismos e estabelecer uma estreita ligação entre investigação científica, tratamento técnico e promoção do acesso ao património histórico à guarda do Arquivo Nacional de Timor-Leste.

Recorde-se que a Universidade de Coimbra vai participar na preservação e dinamização do espólio de Max Stahl, o jornalista inglês que filmou o massacre ocorrido no cemitério de Santa Cruz, em Díli.

O tratamento do acervo, constituído por mais de cinco mil horas de imagens de vídeo captadas pelo jornalista, é objeto de um protocolo assinado em dezembro de 2016, entre a UC, a Universidade Nacional de Timor-Leste e o Centro Max Stahl.

 

 

 

Cristina Pinto

AI UC Reitoria

Projecto na área da comunicação social digital, 24 horas por dia e 7 dias por semana dedicado ao distrito de Viseu

Pub