Um (in)quieto Rebelo

por PN | 2019.11.04 - 11:57

Ao que se julga saber o PS Viseu já tem putativo candidato para destronar o comendador António Borges de presidente da Federação do distrito de Viseu.

Será o renovado e (in)quieto sE João Paulo Rebelo.

Ao que se julga saber o PS Viseu já tem putativo candidato para destronar Almeida Henriques de presidente da Câmara Municipal de Viseu.

Será o renovado e (in)quieto sE João Paulo Rebelo.

Este carismático líder de massas há muito que vem dando inquestionáveis provas da sua capacidade, do seu dinamismo e da sua competência. Do seu lado sopram ventos novos e de renovação do bafiento PS Viseu.

Por onde passou, este nato timoneiro deixou sempre um consensual e amplo trilho de encómios e aclamações. Da Movijovem ao Jornal do Centro do Cota. Da lavoura dos mirtilos na Coape do Rui Costa à AR.

Este jovem e (in)quieto político, apesar de nunca ter dado prova em matéria de eleições, tem já notável CV em matéria de nomeações e ei-lo aqui, na arena, tal gladiador, de bícepes dados à refrega e peito às balas nu.

Claro está que terá todo o incondicional apoio dos seus ex-colegas deputados, de João Azevedo, que o estima como a um irmão, de Lúcia Silva que lhe quer como a um filho, de José Rui Cruz que o admira como a um afilhado e do próprio António Borges, que para além de ver nele o seu dilecto e competente sucessor, não deixa de o estimar como a um neto, conhecendo-lhe a irrefragável lealdade e o letal sentido de oportunidade.

Já há muito sabemos como é importante a família para o Partido Socialista nacional que, depois de ter o maior governo familiar desde D. José I e o Marquês de Pombal, tem agora o maior governo – sensu latu – desde os imemoriais tempos de D. Sancho I, o Povoador.

Auspiciamos-lhe as maiores venturas e os mais que merecidos êxitos.

Paulo Neto

(Foto DR)