Squisito… primeiro estranha-se, depois entranha-se

por PN | 2018.06.20 - 14:42

 

Esta frase é atribuída a Fernando Pessoa e como publicidade à Coca-Cola. O Restaurante SQUISITO recém-inaugurado no Palácio do Gelo Shopping, faz pleno jus a esta feliz asserção.

O Pedro Morgado esteve presente na pré-abertura e escreveu, com a qualidade habitual, sobre este novo restaurante.

Veja aqui… http://www.ruadireita.pt/ultima-hora/quer-ir-a-italia-suba-ao-terceiro-andar-23757.html

Quando li o artigo do Pedro experimentei exactamente aquele que deve ser o sentimento que subjaz a um texto estimulante e criativo: o desejo de ir lá e provar. Ver para crer.

Assim fiz. Ontem. E não me arrependi…

O Marco e o Davide, mais os funcionários que coordenam, executam um serviço diligente, afável, competente e atento. O que se pretende num local assim.

O Chef italiano Franco Soave, mais a sua equipa, diligencia o resto.

 

(Foto PMorgado)

 

A decoração, minimalista e muito agradável fazem o correcto enquadramento.

A louça, copos e talheres, da marca Vista Alegre, do Grupo Visabeira, dão o ante-toque, porque o toque final, vem com o antipasto, primo piatto, secondo piatto e dolce…

Deixámo-nos guiar pelas esclarecidas sugestões do Marco:

As luzidias azeitonas temperadas e os estaladiços grissini serviram de “amuse bouche”.

O antipasto, mozzarella di bufala com pomodorini alla caprese, estava perfeito de sabor e de visual, com um toque de basilico agrementado por um vinagre de Modena, no ponto.

Como primo piatto, a pizza bresaola é diferente das tradicionais pizzas a que estamos habituados. Fresca e depurada de massas “pesadas”, é o “pão” no seu esplendor, recém-saído do forno, rescendente e com um delicioso presunto italiano.

Como secondo piatto, os tagliolini al funghi porcini e lamelle di tartufo nero in evo bianco vinham uma perfeição, com aquelas trufas a valerem mais do que quanto pesam…

Com um remate às malhas, um sorbetto al limoncello, cuja receita aqui deixamos para tentar a sua sorte em casa. É tão, tão bom…

Portate a ebollizione l’acqua e 400 g di zucchero. Quando lo zucchero si sarà sciolto, togliete dal fuoco e fate raffreddare. Unite il limoncello allo sciroppo, mescolate e mettete da parte. Con l’aiuto di uno sbattitore, montate a neve l’albume con lo zucchero rimasto e aggiungete il composto ottenuto allo sciroppo di limoncello.

Mettete il sorbetto a riposare in freezer per 4 ore, frullatelo nel mixer per rompere i cristalli di ghiaccio che verranno a formarsi (la superficie non ghiaccerà mai completamente, perché l’alcol rallenta il processo di refrigerazione), ripetendo l’operazione ogni 4 ore per 2 volte.

Fate riposare il sorbetto in freezer per tutta la notte. All’occorrenza, frullate nel mixer il sorbetto e servitelo fluido in calici o flûte, decorandolo a piacere con fette di limone.

Nota: A receita não foi fornecida pelo Squisito.

Acompanhou-se este “banquete” com 1 copo de Lambrusco Rosato  Amabile Diamente, dell’Emilia  Romagna.

Ao fim, integralmente apaziguados, não seríamos sequer capazes de escrever sobre o “Passeio de Almeida Henriques à ONU”… pedimos a conta que não nos deixou arruinados (uma vez por outra merecemos!): 2 pessoas, 37,80€.

Desculpa pelas imagens, tiradas com um velho telemóvel…