Previsões de um Portugal para arder enquanto se discute futebol…

por PN | 2018.05.22 - 11:18

 

 

 

É muito preocupante vermos dois concelhos do nosso distrito de Viseu no mapa de risco divulgado pelo CEF – Centro de Estudos Florestais do Instituto Superior de Agronomia.

 

No estudo apresentado, aventam-se fortes probabilidades de “arderem mais de 250 hectares, por cada área de 400 hectares onde se verifiquem condições favoráveis aos incêndios.”

A lista apresentada é a que segue.

Entre os territórios de risco, em 5º lugar aparece Vila Nova de Paiva, em 2017 fortemente flagelada e em 10º Moimenta da Beira.

A questão é esta: A poucos dias da “entrada em vigor” da apodada “época de risco”, que profilaxia exercer de imediato para obviar a um calamitoso Verão de 2018?

 

 

1.    Monchique (Faro)

2.    Oleiros (Castelo Branco)

3.    Caminha (Viana de Castelo)

4.    Vila Nova de Cerveira (Viana do Castelo)

5.    Vila Nova de Paiva (Viseu)

6.    Aljezur (Faro)

7.    Vila de Rei (Castelo Branco)

8.    Covilhã (Castelo Branco)

9.    Proença-a-Nova (Castelo Branco)

10.          Moimenta da Beira (Viseu)

11.          Viana do Castelo (Viana do Castelo)

12.          Vila Pouca de Aguiar (Vila Real)

13.          Baião (Porto)

14.          Celorico da Beira (Guarda)

15.          Gavião (Portalegre)

16.          Sardoal (Santarém)

17.          Sertã (Castelo Branco)

18.          Chamusca (Santarém)

19.          Portimão (Faro)

20.          Ponte da Barca (Viana do Castelo)

 

(Foto DR)