Os Sobrados insulares e “amorabis”

por PN | 2019.11.04 - 11:02

São manos, são gémeos, são Sobrados. O Pedro e o Jorge. Dois vencedores/conquistadores de alto gabarito. Um no Porto. Outro em Viseu. No Portugal, d’aquém e d’além-mar. Em todo o lado. Omnipresentes. Necessários embaixadores do culto da cultura.

Que os levará tão assazmente ao aprazível arquipélago de Cabo Verde? Decerto a Cultura. Talvez a amena temperatura.

É grande a atracção pelo lá-do-mar. Almeida Henriques também sentiu o apelo Atlântico. Mas não só. Talvez das mornas. Da catxupa e do pontxi.

Lá como cá, do Festival Morabeza ao Tinto no Branco, muita cooperação se estabeleceu, estabelece, estabelecerá.

Eles são ministros, secretários de estado de hoje e de ontem, Almeidas, Viegas, cá e lá, cá e lá, cá e lá. Book tailors e alfaiates do Panamá.

Há paraísos assim. Tentadores, acolhedores. E sempre dão movimento aos aviões. E aos aeródromos. Ao macro espaço argonáutico. Ao já esconso espaço da saudade. De uma amorável saudade.

E estes paraísos dão até para tirar lindas fotografias com as crianças de lá. Qualquer dia de cá. Muita luminosidade. E vento.

A diáspora lusitana e a diáspora cabo-verdiana de mãos dadas na grande e bela promoção cultural. Salvé!

Abrãao Vicente, tutor local da Cultura não deixa dúvidas: “A ideia é fazer uma parceria mais lata| com Viseu.” Ainda bem. Parecerias latas é o que Viseu mais precisa.

Até o Ciberdúvidas, já fala na morabeza…

A palavra morabeza é tida como sendo um substantivo derivado do adjectivo morabi (supostamente do português amorável). A palavra morabi significa «amável, afável, atencioso(a), delicado(a), gentil, simpático(a), carinhoso(a)». (…) A morabeza é tida pelos cabo-verdianos como algo difícil de traduzir (como a palavra saudade em português) e exprime um sentimento tipicamente cabo-verdiano, análogo (mas não expresso da mesma forma) à osprindadi na Guiné-Bissau e à teranga no Senegal.

(…) a palavra morabeza não é um regionalismo da ilha Brava, ela existe em todas as variantes do crioulo. A morabeza encontra-se frequentemente associada à ilha Brava porque as pessoas da Brava são tidas como as mais morabi de Cabo Verde.

Paulo Neto

(Foto DR)