OLHAR AUTÁRQUICO

por Manuel Ferreira | 2016.09.12 - 10:48

 

 

Este último mandato do Presidente Francisco Lopes e da Coligação PSD e CDS-PP no Município de Lamego tem sido marcado por uma total ausência de ideias e estratégia para a cidade.

Depois de algumas obras de regime, megalómanas e que deram o fiasco que todos sabemos; depois da manutenção das taxas e impostos municipais nos escalões máximos; depois das sarilhadas com as empresas Lamego Convida e Renova; depois do excessivo endividamento dos cofres do município; depois do abandono das freguesias rurais, os lamecenses aguardam por um outro rumo.

Lamego tem tudo para continuar a ser uma cidade atraente para quem cá vive. Existam políticas sustentáveis que melhorem e tornem agradável a vida citadina.

Na verdade, a gestão da cidade tem de mudar. É preciso melhorar a saúde financeira da Câmara Municipal; fazer obra de requalificação do edificado que já existe, que melhore o espaço público; dinamizar a economia local de modo a criar emprego e fomentar as respostas sociais. Deste modo, Lamego pode tornar-se uma cidade cada vez mais atrativa e agradável para quem nela vive, trabalha, estuda e a visita.

É necessário envolver de forma substantiva na discussão do desenvolvimento de Lamego os parceiros sociais, económicos e culturais. Uma nova gestão do Município exige o potenciar de um partilha e de uma coresponsabilidade na delimitação de uma estratégia global para o Concelho. Por isso, é importante sensibilizar os lamecenses, apresentar-lhes outras ideias e propostas, nomeadamente aquelas que se prendem com a aposta no emprego e a valorização dos elementos que constituem a nossa identidade local e regional.

Os lamecenses merecem outro rumo e outros protagonistas, só têm de interiorizar a importância de lhes dar uma oportunidade.

Manuel Ferreira tem 49 anos e nasceu em Lamego. Casado, dois filhos. É licenciado em Filosofia pela Universidade de Letras do Porto. Possui a Especialização em Administração e Gestão Escolar e é Mestre em Filosofia em Portugal e Cultura Portuguesa.
Militante socialista desde 1996, foi membro da Assembleia Municipal de Lamego entre 1997 e 2001 e Secretário do Gabinete de apoio do pessoal do Vice-Presidente da Câmara Municipal de Lamego entre 2001 e 2005 e membro da Comissão Política durante vários anos.
Atualmente é Presidente da concelhia de Lamego do PS e membro da Comissão Política da Federação de Viseu.

Pub